Evento Cidade e Tecnologia – o que é que Floripa tem?
16/11/2017
Dados do PIB mostram que SC não é uma ilha
17/11/2017

Observatório Nacional de Gastronomia é apresentado durante Encontro de Cidades Criativas Unesco no Pará

2017-11-10-PHOTO-00000602-670x376.jpg

O Encontro Mundial das Cidades Criativas UNESCO da Gastronomia, realizado na última semana em Belém (PA) foi marcado pela apresentação do primeiro Observatório Nacional da Gastronomia do Brasil.

O Observatório é uma plataforma digital que visa contribuir na fase de gestão e conhecimento ligado à gastronomia local e nacional. O projeto, apresentado aos participantes da reunião mundial das cidades criativas, se encontra em fase de aperfeiçoamento da ferramenta e validação de conteúdo. A previsão é a de que o instrumento seja lançado em março de 2018.

De acordo com Anita Pires, presidente da Associação FloripAmanhã, que coordena o Grupo Gestor do Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia, o Observatório da Gastronomia será uma poderosa ferramenta para mapear e compartilhar informações relacionados à cadeia produtiva da gastronomia com o objetivo de estimular e fortalecer o setor  e ampliar o conhecimento da realidade deste importante segmento econômico e está sendo viabilizado em parceria com a Fecomércio, SESC e SENAC  e apoio da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Ela destacou que os observatórios são uma grande “tendência” em praticamente todas as áreas de trabalho.

Intercâmbio

Outro ponto importante da participação de Florianópolis no Encontro Mundial das Cidades Criativas UNESCO foi a assinatura de uma carta de intenções com a cidade de Belém para a criação de programa de intercâmbio acadêmico e profissional em fluxo contínuo entre as duas cidades. “Estreitar laços e aproximar as cidades da Rede é um dos grandes desafios da UNESCO e essa é a nossa grande missão”, destacou Pires.

A ideia é fortalecer a identidade cultural da gastronomia e, consequentemente, utilizar esse quesito como forma de qualificar o destino turístico e potencializar a vocação de Florianópolis como uma cidade criativa e inteligente. , disse Anita, mencionando a participação de integrantes de 16 países que integram a rede.

Para o encontro de Belém,  Florianópolis participou com uma comitiva de doze pessoas. Anita Pires – FloripAmanhã (Ponto Focal do Programa Florianópolis Cidade UNESCO da Gastronomia), Márcia R. Teschner, FloripAmanhã (Executiva do Programa Florianópolis Cidade UNESCO da Gastronomia), Hélio Leite (Câmara de Dirigentes Lojistas de Florianópolis), Isabel Hagemann – Chef Confraria e representante de Florianópolis no Cooking Show em Belém, Marcelo Braz Guaragna (Sommelier Confraria), Elizabeth Neme (Faculdade Estácio de Sá), Sádia Silva Oliveira (vencedora concurso Cultural Gastronômico Fenanostra 2016 na categoria acadêmico), Daniel Paiva (UNISUL), Ivan Ecoo e Juliana Côco (SENAC SC), Marília Hafermann (Fecomércio- SC) e Pedro Soares (Chef Confraria).

Cooking Show

O  “Cooking Show”, foi um dos pontos altos do evento no Pará. Ele contou com a participação da chef de Florianópolis Isabel Hagemann.

Organizado pela chef paraense Ângela Sicília, o “Cooking Show” promoveu uma festa ao paladar a partir de uma dinâmica que dividiu os chefs de cozinha participantes do Encontro em duplas. Foi uma oportunidade muita rica de demonstrar a gastronomia do Brasil para chefs de diversos países do mundo e ao mesmo tempo, conhecer a gastronomia dos países presentes.

Durante o “Cooking Show” o público pôde fazer a degustação dos pratos criados, o que gerou ainda mais interação entre os participantes

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO procura desenvolver a cooperação internacional entre as cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento sustentável, no âmbito de parcerias, incluindo os setores público e privado, organizações profissionais, comunidades, sociedade civil e instituições culturais em todas as regiões do mundo.

Grupo Gestor

O Grupo Gestor do Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia — sob a coordenação geral  da Associação FloripAmanhã — conta com a participação da ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Santa Catarina), CDL Florianópolis, CEART/UDESC (Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina), Faculdades Estácio, Fecomércio – SC, Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina), SANTUR, SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina), Secretaria Municipal de Turismo de Florianópolis, SESC (Serviço Social do Comércio de Santa Catarina), SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Santa Catarina), SHRBS (Sindicato de Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Florianópolis), UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)

O Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia tem como parceiros estratégicos a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), SEBRAE-SC, SENAC e Propague.

Assista o vídeo e saiba como foi o evento em Belém. 

Confira a galeria de imagens da apresentação do Observatório Nacional de Gastronomia

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *