Justiça proíbe construção em terreno onde foi derrubado último rancho de pescadores de Jurerê 
02/05/2017
Prefeitura promove seminário voltado para guias de turismo
03/05/2017
phuket.jpg

O Simpósio Internacional de Phuket Cidade Criativa da Gastronomia, realizado em Phuket, na Tailândia, entre os dias de 28 de abril e 1º de maio, reuniu participantes do projeto em todo o mundo.

Os representantes de Florianópolis foram os chefs de cozinha Daniel Chissini de Castro e Sérgio Galvis. Castro foi enviado para participar das reuniões de gestão e Galvis recebeu a viagem como premiação por ter sido o vencedor do Concurso Cultural Gastronômico FENAOSTRA 2016, na categoria profissional.

Sobre os debates, o chef Daniel conta que foram dois focos principais: a comunicação e a interação da rede de cidades gastronômicas. “Foi apontado que a maioria das cidades está trabalhando sozinha e interagindo pouco. Fizemos algumas mesas-redondas debatendo sobre sustentabilidade e trocando ideias sobre ações a serem tomadas”, explica.

Para 2017, as Cidades Criativas da Gastronomia da UNESCO e que fazem parte da Rede Mundial de Cidades Criativas têm um novo desafio lançado durante do Simpósio: criar um projeto em conjunto com outra cidade. “No nosso caso, optamos por criar um projeto com Belém, pela proximidade. Trata-se de um projeto de intercâmbio acadêmico, tanto para professores, quanto estudantes e deve ter início no mês de outubro”, diz Castro.

O Simpósio

O secretário de Turismo da Tailândia foi um dos palestrantes durante o Simpósio em Phuket. Ele falou sobre o turismo criativo gastronômico e como e quanto isso pode gerar de dinheiro e trabalho. Castro conta que o ministro destacou o fato de a Tailândia receber mais de 14 milhões de turistas anuais, sendo que a principal atração turística é a gastronomia.

“Nós vivenciamos bastante disso, todos os dias tivemos atividades conhecendo a culinária local, a tradicional e também a contemporânea. Conhecemos os ingredientes usados por aqui e tivemos uma vivência dentro de uma escola de Gastronomia”, relata o chef brasileiro.

Gastronomia local

A gastronomia tailandesa tem suas peculiaridades e é conhecida por ser bastante apimentada. O chef Daniel Chissini de Castro, comenta que os tailandeses costumam usar os seguintes ingredientes em grande parte de suas preparações: o nam pla, que é um caldo de peixe usado para salgar; o açúcar de palma ou açúcar normal; o suco de limão ou tamarindo, para dar acidez e as pimentas.

Fotos: Daniel Chissini de Castro

Grupo Gestor

O Grupo Gestor do Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia — cuja coordenação técnica é realizada pela Associação FloripAmanhã — conta com a participação da ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Santa Catarina), CDL Florianópolis, CEART/UDESC (Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina), Faculdades Estácio/ASSESC, Fecomércio – SC, Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina), Minha Floripa, SANTUR, SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina), Secretaria Municipal de Turismo de Florianópolis, SESC (Serviço Social do Comércio de Santa Catarina), SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Santa Catarina), SHRBS (Sindicato de Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Florianópolis), UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)

O Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia tem como parceiros estratégicos a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Bristish and American, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), SEBRAE-SC, SENAC e Propague.

Além de Florianópolis, a Rede Mundial de Cidades Criativas – Gastronomia é composta pelas cidades de Shunde e ChengDu (China), Tsuruoka (Japão), Popayán (Colômbia), Zahlé (Libano), Jeonju (Coréia do Sul), Östersund (Suécia) e as novas integrantes (desde dezembro 2015) Belém (Brasil), Ensenada (México), Rasht (Irã), Dénia (Espanha), Tucson (EUA), Phuket (Tailândia) e Gaziantep (Turquia).

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *