Fiscalização contra esgoto irregular termina nova fase com 10 imóveis autuados em Florianópolis
18/01/2019
Licitação para recuperação das pontes de acesso à Ilha de SC deve ser retomada
21/01/2019

Adalberto Eberhard é o novo presidente do ICMBio

O médico veterinário Adalberto Eberhard é o novo presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), substituindo Paulo Carneiro, que estava no comando do órgão. Ele tomou posse na manhã de hoje (17) em cerimônia no auditório lotado pelos servidores do ICMBio. O ato de posse foi assinado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que participou do evento junto com sua equipe do MMA e da secretária-executiva Ana Pellini.

O ministro disse que está à disposição para conhecer as unidades de conservação do ICMBio e elogiou a estrutura e a gestão do Parque Nacional do Iguaçu, que esteve recentemente para o aniversário de 80 anos do Parque. “Priorizem as unidades que preciso conhecer, que as visitarei. Assim como eu fiz em São Paulo quando fui secretário, que visitei as 94 unidades de conservação do Estado”, afirmou.

“A missão do ICMBio é proteger a vida nas 335 unidades de conservação, 9% do território nacional”, argumentou o novo presidente do ICMBio. Segundo Adalberto, o governo priorizará a regularização fundiária das unidades e o uso público, além de dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido. “Precisamos buscar mecanismos que fortaleçam a visitação pública nas unidades, inserindo a unidade de conservação no dia a dia da sociedade, reconhecendo, assim, a importância deste patrimônio natural”, salientou.

Já o ex-presidente do ICMBio, Paulo Carneiro, também ressaltou pontos da sua gestão nestes 7 meses à frente do órgão. Segundo ele, a instituição recebeu ao longo dos anos 4 prêmios de gestão pública pela inovação. “Vencemos as dificuldades com posturas inovadoras”, ressaltou Carneiro.

Breve currículo do novo presidente

Nascido em Soledade, no Rio Grande do Sul, Adalberto Sigismundo Eberhard é formado em medicina veterinária. Especializado em animais silvestre, concluiu a sua formação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Exerceu diversas atividades na área ambiental e acumula importantes prêmios durante sua gestão na OSCIP, que fundou em 1989, a Fundação Ecotrópica.

Eberhard foi diretor do Departamento de Zoneamento Territorial do Ministério do Meio Ambiente de 2011 a 2016 e diretor da Fundação de Desenvolvimento do Pantanal. Além disso, realizou diversos trabalhos como o levantamento fundiário do Parque Nacional dos Aparados da Serra, do Projeto Lobo Guará da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul e foi, até 2004, membro da comissão permanente de meio ambiente e animais silvestres do conselho regional de medicina veterinária.

Com os recursos do prêmio Alemão de Cultura (German Culture Award) pelo mérito na conservação da natureza, recebido em Munique, na Alemanha, em 1989, criou a Fundação Ecotrópica. A Ecotrópica, durante a sua gestão, ganhou prêmios como: Henry Ford de Conservação Ambiental 1998, prêmio Unesco 2000, prêmio Von Marthius e prêmio Mundial de Meio Ambiente recebido em Toronto no Canadá em 2007.
ICMBio, 17/01/2019
mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *