Moradores de rua serão capacitados para prestar concurso para gari em Floripa
01/11/2018
Manifesto no Costão contra decisão da Justiça Federal
01/11/2018

Bares do entorno da UFSC terão que fechar à meia-noite

Da Coluna de Ânderson Silva (NSC, 01/11/2018)

Uma reunião entre o Ministério Público e os órgãos de segurança de Florianópolis definiu na terça-feira que os bares e restaurantes da região do Bairro Pantanal, no entorno do campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), devem fechar à meia-noite. Até então, os estabelecimentos estavam liberados para atender até as 2h, mas novas reclamações de moradores motivaram a mudança.

As proximidades da UFSC são motivo de discussão envolvendo a população e o poder público há anos. Mas, neste ano, com a morte de um adolescente em frente a um bar da região, o assunto ganhou força. Pelo novo acordo, os bares não podem mais vender bebida alcoólica para quem não está consumindo dentro do local.

A Polícia Militar (PM) terá que manter uma viatura no entorno nas quintas e sexta-feiras, enquanto a UFSC fechará os acessos aos estacionamentos com barreiras. Moradores disseram que perturbação ao sossego, tráfico de drogas e disparo de armas de fogo voltaram a ocorrer.

A Polícia Civil, através da Delegacia de Jogos e Diversões, fará fiscalizações quinzenais nos estabelecimentos para verificar documento e o cumprimento das novas determinações. Em um mês, os órgãos voltam a se reunir. Caso não haja melhorias, novas ações restritivas devem ocorrer. A interdição de estabelecimentos não está descartada.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *