Pesquisas científicas, tecnológicas, ambientais e sociais a bordo do Veleiro ECO
18/10/2018
Pelo contrato assinado em 2016, reforma da Ponte Hercílio Luz deveria ser concluída nesta quinta
18/10/2018

Exposição “Pinturas e histórias da ilha” é atração na Galeria de Arte do Mercado Público

A exposição que traz a história da ilha de Santa Catarina com diversas pinturas inspiradas no contexto histórico e pesquisas com descendentes açorianos, esta atraindo diversas pessoas desde o dia 26 de setembro na Galeria do Mercado Público de Florianópolis. O evento segue até 3 novembro.  A visitação é aberta ao público de segunda à sexta das 13h às 19h, e sábado das 10h às 14h. Para agendamentos de grupos o contato é feito através do e-mail: galeria.municipal@gmail.com.br ou pelo telefone: 3333-9743

Cultura Açoriana & Florianópolis 

Desde tempos remotos fala-se da cultura açoriana na ilha de Santa Catarina. Mas que cultura é essa, como surgiu e por quê?

Desembarcaram em 1748 e 1756 seis mil açorianos na ilha em busca de terra e liberdade, mudando completamente a paisagem cultural, social e econômica da região. Na bagagem trouxeram mitos, crenças e medos oriundos de uma vida sofrida em uma ilha vulcânica no arquipélago de Açores. Criaram uma nova vida, mas o medo continuou com eles. Medo das forças da natureza, medo da fome, medo desconhecido e principalmente o medo do sobrenatural. Dentro deste contexto histórico, mostrarei a identidade do povo da ilha que é muito singular em todo o Brasil, com cores, formas e fantasias, fazendo uma relação da forma “renda” com a “vida”, criando novas realidades com o uso desta peça artesanal tão cheia de sentidos e expressão. As rendeiras desenham com fio da vida, amarrando as histórias dos pescadores, do folclore, das bruxas, das festas, das crenças e dos costumes.

Pesquisas com antigos descendentes açorianos que relataram histórias fantásticas sobre os costumes da ilha, fizeram nascer essa poética de linguagem popular com colagens e desenhos de renda de bilros, repletas de elementos que caracterizam fortemente o lugar como o boi de mamão, a bernúncia, a maricota, a ponte Hercílio Luz e também as bruxas. Essas histórias fantásticas terão suporte didático com textos explicativos, ao lado de cada imagem, deixando claro para aqueles que desconhecem a história de Florianópolis. Meus trabalhos não se enquadram em nenhuma escola formal de arte, simplesmente registro o imaginário e o histórico dessa cidade cheia de magia e encantamento, pois ninguém acredita ern bruxas, mas que elas aqui existem, isso sim existem.

Algumas obras:

  1. As filhas da bruxa – colagem e pintura 2015
  2. Boi de mamão amarelo – pintura 2006
  3. Bernuncia rendeira – colagem e pintura 2013
  4. Coisas de acores- pintura 2007
  5. Figueira com vermelho- pintura 2014
  6. Jurere mirim- pintura 2018

Patrícia Gonzaga

Artista plástica natural de Florianópolis SC, utiliza a temática da cultura açoriana, em suas obras de pintura, colagem e impressão de rendas. Envolvida diretamente com as histórias de pescador, com suas crenças, seus costumes, lendas e superstições estabelece uma crónica da cidade da magia.

  • Graduada em Artes Plásticas -UDESC 1985 E
  • specialização em Design de Interiores 1999
  • Feng Shui Arquitetônico 2001
  • História da Arte 1 – UDESC 2008
  • Museologia -FAED 2009
  • História da Arte II – UDESC 2010
  • Cerâmica Contemporânea – UDESC 2010
  • Planejamento Plástico e Crítico – UDESC 2010
  • Fazer Cerâmico II – UDESC 2011
  • História da Arte III – UDESC 2012
  • Exposições: 1985
  • Salão de Novos Valores -Fundação Franklim Cascais 1985
  • Salão Universitário- Menção Honrosa 1986
  • Salão Catarinense de Novos Artistas 1987
  • Salão Catarinense de Novos Artistas 1999
  • Coletiva da Oficina Livre
  • Centro Integrado de Cultura 2000
  • Coletiva do Atelier Livre
  • Centro Integrado de Cultura 2001
  • Exposição Oficina – Centro Integrado de Cultura 2002
  • Telas Livres – Centro Integrado de Cultura 2003
  • Exposição Merilyn Segundo… Café Matisse;
  • Espaço Cultural Embratel;
  • Espaço Cultural Rita Maria;

Livrarias Catarinense 2004- Exposição ” Os Kimtso” e Projeto Trindade Murais 2005- Exposição” As águas e os Esgotos” – Casan 2006- Exposição de Inverno OAB Florianópolis 2006- Exposição ” Que Brasil é Esse ” Centro Integrado de Cultura 2007- Exposição ” Puro Lixo ” Café Matisse 2007- Exposição ” A República – Floripa Shopping 2008- Exposição Coletiva – Espaço Cultura Rita Maria 2008- Exposição ” A República Vai a Livraria” 2009- Exposição ” A República Contra Ataca” Espaço Cultural Bianco Louge 2010- Exposição Coletiva Espaço Cultural Rita Maria 2013- Exposição Individual Casa Cor Florianópolis 2013- Exposição Atelier dos 100 Sentidos Confraria Club 2014- Exposição Individual no Bella Luna – Florianópolis 2015- Exposição individual Blue Tree Tower Florianópolis

Paixão pela Arte e pela Ilha As pinceladas de Patrícia Gonzaga marcam a história e tradições desse belo pedacinho de terra perdido no mar

Por Lis Vasconcellos

Entre cores, rendas e formas por vezes indefinidas, Patrícia Gonzaga, artista plástica de alma, coração e formação, imprime ao seu trabalho todo o amor por sua cidade natal que ha 52 anos a faz emocionar. Nascida e criada na Ilha de Santa Catarina, traz a arte à sua vida desde bem pequena, optando por esse caminho também na vida acadêmica, quando se formou em Artes Visuais pela UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina, e pouco depois em Design de Interiores. Fora do espaço universitário, formou ainda com amigas um grupo de estudos para discussões sobre história da arte e, iniciando os encontros pela pré-história, o grupo hoje entra pelo século XX, nos caminhos do Modernismo no Brasil, após 9 anos compartilhando cultura e muita diversão. “Sou uma pessoa apaixonada pela arte e suas formas de expressão. Não saberia fazer outra coisa e nem ver a vida de outra maneira.” diz Patrícia. Durante a sua história nessa cidade buscada cada vez mais por pessoas de todo o mundo, a artista procura fazer do seu trabalho um registro da cultura local. Utilizando cores variadas, rendas de bilro e formas orgânicas, ela transforma as belezas naturais e o folclore da região em telas repletas de alegria, de maneira que foge ao registro óbvio, criando uma opção de força e elegância a quem como ela se encanta e deseja levar consigo uma parte da experiência vivida na Ilha da Magia. “O colorido natural que registro em minha mente a cada dia, a cada momento em Florianópolis, em constante transformação, me inspira a criar um trabalho que traz alegria e movimento à minha vida e a de quem com ele se emociona e decide compartilhar dessa ideia.”

Serviço 

O que: Exposição “Pinturas e histórias da ilha”

Onde: Galeria de Arte do Mercado Público

Quando: Até o dia 06 novembro

(PMF, 17/10/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *