Obra de R$ 2,1 milhões vai reforçar o sistema elétrico do Sul da Ilha de SC
14/09/2018
Casa de Câmara e Cadeia está pronta para abrigar o Museu da Cidade de Florianópolis
14/09/2018

Eleições atrasam transporte metropolitano da Grande Florianópolis

A votação de um dos entraves para a implantação do novo modelo de transporte metropolitano ficará para depois das eleições. A Alesc (Assembleia Legisltaiva de Santa Catarina), por solicitação do deputado Valdir Cobalchini (MDB), realizará uma audiência entre as comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Tributação e Transportes e Desenvolvimento Urbano.

Paralela a tramitação do projeto na Alesc, a Suderf (Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis) realiza audiências públicas para apresentar a proposta do sistema de ônibus nas Câmaras de Vereadores dos oito municípios (Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, São José e São Pedro de Alcântara) que participarão do projeto.

Segundo o superintendente geral da Suderf, Cassio Taniguch, a votação deve ocorrer este ano. “Eles ficaram de analisar o mais cedo possível, após as eleições”, projetou.

Taniguch explica que para entrar em operação, não são necessárias a realização de obras. Contudo, para que o modelo atenda aos usuários da maneira pensada, haverá a construção de corredores exclusivos de ônibus. “O prazo de implantação ainda demora, pois temos que fazer convênios e lançar o edital de concorrência”, explicou o superintendente.

Integração beneficiará 150 mil usuários por dia

O modelo de transporte regional foi definido após estudos com a participação das prefeituras do continente. O Governo do Estado estima que a medida vai beneficiar em média 150 mil pessoas diariamente. Caso seja aprovado na Alesc, o projeto deverá ser apresentado em audiências públicas e submetido a aprovação dos vereadores das oito cidades envolvidas. Na segunda-feira, será a vez de Águas Mornas debater o assunto e na terça-feira, Palhoça.

(ND, 14/09/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *