Falta de repasse federal paralisa obra do trapiche do João Paulo, em Florianópolis
08/03/2018
Tendências globais e cases de SC: veja como foi o maior evento de Cidades Inteligentes do país
08/03/2018

Vereadores articulam criação de uma CPI sobre obras irregulares em Florianópolis

Da Coluna de Fabio Gadotti (ND, 07/03/2018)

Quase dois anos depois do fim da CPI dos Alvarás, cujos resultados foram frustrantes, está sendo articulada uma nova comissão parlamentar de inquérito que tem como pano de fundo a ocupação desordenada de Florianópolis. Sete vereadores já assinaram o requerimento, que cita como fato determinante, “a fiscalização de obras irregulares/ilegais em Florianópolis, bem como indícios de falta de rigor pela prefeitura na punição de obras na Capital”. A justificativa para a investigação no Legislativo cita a existência de pelo menos 200 inquéritos civis abertos pelo Ministério Público estadual sobre construções irregulares.

CPIs desgastadas
Histórico, o problema do avanço das construções irregulares explica boa parte dos problemas urbanos enfrentados em Florianópolis atualmente e precisa ser enfrentado. Começando com pressão junto ao Executivo para que a fiscalização seja ostensiva e atue com rigor contra os infratores. Os governos têm sido omissos e permitido o crescimento da ocupação desordenada. A dúvida é sobre a eficácia da CPI. Pode servir apenas para embate político-partidário em ano eleitoral.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *