Projeto Rios chega ao Campeche
13/03/2018
Inscrições abertas para o Grupo de Apoio ‘Saúde Consciente’
13/03/2018

A vida das crianças nas cidades pode ser cercada de limitações. Entre os desafios identificados por especialistas estão o tráfego, a poluição, o crime, riscos em geral, acesso inadequado e desigual à cidade e até intolerância. Para eles, uma cidade ideal para a infância é um espaço que proporciona “liberdades cotidianas”. Nesse sentido, um urbanismo mais tradicional que privilegie carros, habitação e atividades econômicas em detrimento do meio ambiente, saúde e qualidade de vida não é capaz de garantir essa liberdade.

Este mapeamento feito pelo Guardian identifica soluções encontradas por cidades ao redor do mundo para que a perspectiva das crianças seja privilegiada no planejamento urbano. Tirana, na Albânia, criou zonas que foram fechadas para carros em caráter permanente e formalizou a expansão da zona para pedestres a cada três meses. Em Rotterdam, uma floresta foi convertida em um parque de diversão natural que hoje atrai 35 mil visitantes por ano.

Em Bogotá, o medo do crime é uma realidade. Uma caminhada organizada pela comunidade de um dos bairros mais violentos da cidade identificou pontos de perigo no território e como os residentes gostariam de enfrentá-los. Outra iniciativa comunitária local procura melhorar o espaço público para pessoas com menos de 95 cm de altura. (Clique aqui para continuar lendo a reportagem em Inglês) 

(The Guardian, 28/02/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *