Clipping

Etapa de transferência de carga na Ponte Hercílio Luz entra na reta final com o rebaixamento do vão central




O rebaixamento de 56 centímetros do vão central da estrutura da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, foi concluído na madrugada desta quarta-feira, 6. Na primeira noite de operação, na segunda-feira e na madrugada de terça, foram rebaixados 28 centímetros e, nesta última, mais 28 centímetros. O engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, disse que os trabalhos começaram às 23h e foram até perto das 6h, nas duas operações.

O engenheiro informou que, na noite de quinta para sexta e de sexta para sábado, a previsão é rebaixar mais 39 centímetros no total, para após a conclusão deste trabalho, levantar as extremidades das treliças em 43 centímetros, o que deve começar na próxima semana. Com isso, será concluído o processo de transferência de carga. Todo o serviço vai permitir a retirada de 88 barras de olhal. A operação envolve operários, engenheiros e fiscais do Deinfra e do grupo português Teixeira Duarte, empresa responsável por esta etapa da restauração.

“O total de barras é de 360, todas as 272 que estão fora da treliça já foram retiradas. As barras, que faltam, ou seja, as 88 interagem com as treliças, só que agora o processo de retirada é diferente. O trabalho é um pouco mais complicado. Desta vez, precisamos tirar as tensões que estão na barra, dentro da treliça e, por isso, é necessário o rebaixamento e a elevação da borda”, explicou o engenheiro.

Diotallévy destacou que a partir desta operação, serão feitos os outros serviços como, por exemplo, a troca de celas, rótulas e a recuperação da parte interna da treliça, para então, a partir de meados de março começar a colocar as novas barras de olhal. “Todo o trabalho segue a previsão técnica. Tudo é fiscalizado, dando total segurança para a obra, isso é muito importante, para que todas as ações sejam exitosas”, disse.

Outras fases da restauração

Em seguida, serão realizados trabalhos intermediários e, então, a montagem da nova estrutura. A ponte receberá cerca de duas mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras. O cronograma para conclusão da restauração está prevista para o fim de 2018.
Informações adicionais para a imprensa:

(Secom, 06/12/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.