Clipping

Florianópolis deve lançar novo edital para criar serviço de aluguel de bicicletas




Após algumas tentativas sem sucesso nos últimos anos, a prefeitura lançará novamente um edital para criar o serviço de compartilhamento de bicicletas em Florianópolis. De acordo com o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Marcelo Roberto da Silva, a expectativa é lançar o edital em no máximo 20 dias e ter as primeiras bicicletas para aluguel em janeiro de 2018.

A proposta foi construída pela secretaria e pelo Ipuf (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis). O serviço deve começar primeiro em algumas áreas do Centro e do Continente para, posteriormente, ser expandido. “Começaremos com a região central, atendendo a UFSC, a avenida Beira-Mar Norte, a Beira-Mar Continental e Coqueiros. Queremos criar a cultura da bicicleta como alternativa a outros transportes”, diz Silva.

O termo de referência para o edital ainda está sendo finalizado, bem como o número de estações e bicicletas que estarão na licitação. De acordo com o secretário, o grande problema dos últimos editais era a impossibilidade de a empresa vencedora expor a marca nas bicicletas. Uma mudança na legislação municipal, no ano passado, permite a publicidade nas bicicletas e estações. “Isso dá uma segurança jurídica maior ao investidor, pois o modelo de negócio prevê rentabilidade mais com publicidade do que com o aluguel das bicicletas”, explica.

O sistema de bicicletas compartilhadas é realidade em diversas cidades do Brasil e do mundo, como São Paulo, Rio de Janeiro, Londres, Paris e Barcelona. Caso seja implantado na Capital, o sistema permitirá ao usuário o aluguel de bicicletas, que seriam retiradas e entregues em estações exclusivas. Alguns pontos seriam próximos aos terminais de ônibus, para se fazer a integração entre os modais.

Além da locação de bicicletas, a prefeitura deve colocar em prática uma demanda pedida há anos por ciclistas: mais ciclovias. Segundo o secretário, o Ipuf está fazendo o redimensionamento do projeto de ampliação das ciclovias. “Infelizmente a gestão passada deixou a desejar e não levou pra frente o projeto cicloviário. A ideia é reativar tudo que foi projetado e não foi colocado em prática”, diz.

(Veja Matéria completa em Notícias do Dia, 28/09/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.