Argumento sobre beach clubs
07/06/2016
Adiada audiência do Plano Diretor na Lagoa
08/06/2016

Censo mapeia setor de hotelaria e gastronomia de Florianópolis

Censo realizado em 2015, entre julho e dezembro, mapeou todos os meios de hospedagem e alimentação de Florianópolis. Fruto da parceria entre a universidade Estácio de Sá de Florianópolis e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da região (SHRBS), a pesquisa envolveu equipe de 10 pessoas – entre consultores, professores e acadêmicos – e percorreu cerca de 60 bairros e localidades. O resultado indica um número de 2.692 estabelecimentos existentes no município e uma queda de 9,2% em relação à última consulta, realizada em 2011. Para Tarcisio Schmitt, presidente do SHRBS, fruto da crise econômica vivenciada nos últimos dois anos. “É um dado preocupante, já que certamente houve aumento da nossa população e o número de empresas do setor em atividade diminuiu”, alerta.

Todos os logradouros e estabelecimentos em cada bairro foram visitados pelos pesquisadores, que anotavam as baixas em relação ao último censo, bem como, os novos constatados in loco. Foram considerados todos os tipos de estabelecimentos, sendo no segmento de hospedagem hotéis, pousadas, motéis, campings, hostels, aparts e dormitórios e no setor de alimentação restaurantes, bares, lanchonetes, cafeterias, casas noturnas, buffets e empresas de catering, entre outros. “Com isso tenho certeza de que conseguimos atingir cerca de 98% dos negócios destes segmentos”, afirma Schmitt.

 

* Saco Grande, João Paulo, Monte Verde, Cacupé, Sto. Antônio Lisboa, Sambaqui, Vargem Pequena, Vargem Grande e Ratones.

** Praia do Forte, Daniela, Jurerê, Jurerê Internacional, Canasvieiras, Vargem Bom Jesus, Cachoeira Bom Jesus, Ponta das Canas, Praia Brava, Ingleses, Rio Vermelho e São João Rio Vermelho.

*** Campeche, Rio Tavares, Morro das Pedras, Armação, Pântano do Sul, Açores, Costa de Dentro e Ribeirão da Ilha.

**** Tapera, Carianos, Costeira do Pirajubaé, Pantanal, Serrinha, Carvoeira, Saco dos Limões e José Mendes.

Em relação aos meios de hospedagem, o mapeamento revelou a disponibilidade de 12.867 unidades habitacionais, totalizando 34,5 mil leitos. Também foi contabilizada pelos dois setores a existência de 20 mil postos de trabalho permanentes, podendo ultrapassar 28.000 durante a temporada devido a contratação de temporários.

(PalavraCom, 07/06/2016)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *