Plamus fez a escolha dos modelos de BRT antes de estudo ficar pronto
08/03/2016
Agenda de 07 a 13 de março de 2016
08/03/2016

Ocupação hoteleira do inverno supera a do verão pela primeira vez em SC

dc-estela-benetti-08-03-2016.jpg

(Estela Benetti,  Diário Catarinense, 07/03/2016)

dc-estela-benetti-08-03-2016.jpg

Pesquisa que será divulgada em breve pela Federação do Comércio de Bens e Serviços, a Fecomércio SC, vai confirmar uma virada muito esperada pelo do setor turístico catarinense: pela primeira vez a ocupação hoteleira durante o inverno, de março a novembro, foi maior do que a do período de novembro a março, da temporada de verão. A informação é do presidente da Câmara Empresarial de Turismo da federação, João Eduardo Amaral Moritz, que também é presidente do conselho deliberativo da Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis (ABIH/SC).

– A temporada de verão para a hotelaria não é mais a melhor. Os eventos já dão mais movimento para a hotelaria catarinense – afirmou o empresário.

Essa mudança de desempenho foi identificada pela Fecomércio comparando os dados deste verão com os do período de inverno do ano passado. Mesmo assim, a temporada de verão foi excelente sob o aspecto de faturamento, afirmou Moritz. Contudo, ele avalia que socialmente e ecologicamente não foi boa porque muitas praias tiveram problemas de saneamento, sem falar da falta de infraestrutura como rodovias, aeroportos e marinas. Ele também lamentou o fato de Florianópolis não ter recebido nenhum transatlântico e de apenas alguns terem parado em Porto Belo e Itajaí. O empresário defende que Santa Catarina realize, com urgência, um estudo de capacidade de carga para saber quantos habitantes cada cidade suporta, a exemplo de Bonito e Fernando de Noronha. Assim, será possível manter a qualidade do meio ambiente.

Tendência crescente

Na opinião do presidente da Câmara das Empresas de Turismo da Fecomércio, João Moritz, essa maior ocupação hoteleira no inverno é uma tendência pelo perfil de SC. Não tem muito a ver com a crise econômica. Florianópolis, por exemplo, conta com o CentroSul e, agora, também com o Centro de Eventos Gov. Luiz Henrique da Silveira em Canasvieiras. Além disso, tem os hotéis de luxo no norte da Ilha de SC – Costão do Santinho e Il Campanário -, mais uma série de hotéis e outros espaços que fazem eventos menores. Um congresso no Costão, por exemplo, além da ocupação do empreendimento, aumenta a atividade da rede hoteleira da região. Acima, imagem do concurso Mister Mundo Brasil, realizado em junho do ano passado no Il Campanário, em Jurerê Internacional.

Cidades como Joinville, Blumenau, Chapecó e Balneário Camboriú também são fortes no turismo de negócios, especialmente com feiras e congressos. E nesse período de frio, também é a alta temporada do turismo de inverno no Estado, com destinos como São Joaquim – este mês lotada com a Vindima –  Urubici, Piratuba, Lages, Fraiburgo, Treze Tílias, São Bento do Sul e em outras cidades.


Ocupação Hoteleira

(Estela Benetti, Diário Catarinense, 08/03/2016)

Chamou a atenção a informação de que a ocupação hoteleira do inverno supera a de verão em SC.

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *