TCE aponta problemas na fiscalização e controle do transporte coletivo da Grande Florianópolis
12/03/2015
CPI dos Radares: Policiais afirmam que dinheiro apreendido no RS era para caixa 2 de campanha
12/03/2015

PM planeja ações educativas e repressivas contra a farra do boi

Na tentativa de coibir a farra do boi no litoral catarinense, onde a tradição trazida pelos açorianos é mais forte, a Polícia Militar celebrou protocolo de cooperação entre vários órgãos que também reprimem a “brincadeira”.  O subcomandante da Polícia Militar, coronel João Henrique Silva ressaltou que quando ocorrer confronto entre farristas e policiais e se o boi estiver muito machucado a decisão de abater o animal será a última opção. Durante o encontro foi divulgado material educativo  para ser distribuído nas escolas.

No ano passado, segundo a PM, ocorreram 65 ocorrências de farra do boi no litoral catarinense. Neste período, 19 pessoas foram detidas e 16 animais apreendidos.  De acordo com o subcomandante, todo o animal sem brinco (que o identifica fora da febre aftosa) será apreendido. “A multa para quem estiver açoitando o animal varia de R$ 500 a R$ 3 mil. É uma notificação administrativa e quem não pagar vai para o SPC”, comentou um oficial da Polícia Militar Ambiental.

A reunião de ontem serviu para fortalecer os entendimentos entre a Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) Ministério Público, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar Ambiental, Instituto Ambiental e prefeituras.

O procurador da prefeitura de Governador Celso Ramos, onde a tradição da farra é bastante forte, Luiz César Ferreira, disse as campanhas educativas estão dando resultado, com as ocorrências diminuindo a cada ano.

No final do encontro foi divulgado o regulamento do concurso de redação promovido pela Polícia Militar, aberto aos alunos do 6º ano do ensino fundamental das escolas públicas estaduais e municipais. “A atividade visa despertar nos estudantes a reflexão e o debate no ambiente escolar sobre essa prática violenta e criminosa, que tantos problemas geram para a sociedade catarinense”, ressaltou o subcomandante João Henrique Silva.

O tema da redação será “A farra do boi e a violência contra os animais”.  A entrega dos certificados ocorrerá em uma cerimônia prevista para o dia 31 de Março no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar de Santa Catarina.

(Notícias do Dia Online, 11/03/2015)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *