8º relatório de balneabilidade da Fatma apresenta o melhor resultado da temporada
17/02/2014
Família de acampados denuncia danos ambientais em terreno invadido em Florianópolis
17/02/2014

A esquecida Praça do Avião

Da coluna Ponto Final, por Carlos Damião (ND, 16/02/2014)
Quem passa pelo Largo Benjamin Constant e não conhece a história de Florianópolis, com certeza, deve ficar intrigado com o mosaico que representa um pequeno avião. Não há nenhum registro no local sobre o que houve ali, em 28 de novembro de 1961. Nada que lembre a Praça (ou Pracinha) do Avião, conforme mostra a imagem em preto e branco que aparece nesta coluna. Sim, o que restou da pracinha é o avião desenhado na calçada, mais nada. Já abordei esse assunto aqui, em 2010, na esperança de que a prefeitura providenciasse um memorial, uma placa, enfim, qualquer informação fixa que pudesse resgatar o desastre aviatório daquele ano. Mas nada aconteceu desde então.
* * *
O que houve foi o seguinte: a Esquadrilha da Fumaça veio à cidade fazer uma apresentação. Dois dos aviões se tocaram no ar, um deles conseguiu voltar à Base Aérea e o outro, com o leme danificado, acabou caindo exatamente no local em que foi implantada depois a pracinha. Morreu no acidente o piloto Capitão Durval Pinto Trindade. O avião era um T-6, prefixo 1336 F, da Força Aérea Brasileira.
* * *
O caso, obviamente, comoveu os florianopolitanos. Àquela época, a cidade ainda tinha o aspecto de aldeia, que conservou por tanto tempo. No local, bem próximo, morava o célebre general Rosinha (Paulo Vieira da Rosa, 1898-1988), que foi prefeito e respeitada liderança da Capital.
* * *
Na imagem antiga, bem à direita da foto, está o bar Kioski, que hoje é uma floricultura. No local, na década de 1970, reunia-se a juventude descolada da cidade: Karin Machado, Ricardinho Machado, Cacau Menezes, Nenem Alves, Beto Stodieck, Denise Richard, Rômulo Azevedo, Max Moura, Luiz Paulo Peixoto, entre tantos outros. Olhando a partir do Kioski em sentido reto, há hoje um posto de combustíveis, tendo a seu lado o supermercado Hippo. E é óbvio que não sobrou nenhuma das casas existentes à época da imagem em preto e branco.
* * *
Fica a sugestão de que se resgate pelo menos o nome da pracinha, com informações no local, para que o doloroso episódio seja sempre lembrado. E por que não uma referência também à Turma do Kioski, que movimentou a cultura e mudou o comportamento dos jovens florianopolitanos, inspirando-se na cultura hippie e na atitude roqueira?
Quadra moderna em Coqueiros
O Parque de Coqueiros vai ter a primeira quadra pública de basquete em polipropileno de Santa Catarina. A quadra foi adotada pela empresa Flexquadra, com sede em Itajaí, especializada na área. São 210 metros quadrados de piso modular que oferece sistema de amortecimento de impacto nas articulações, sistema de drenagem, custo de manutenção praticamente zero e dez anos de garantia.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *