Clipping

Fiscalização ineficiente a ambulantes ilegais causa prejuízos ao comércio, aponta ACIF




A fiscalização para o combate à atuação dos vendedores ambulantes ilegais em Florianópolis é ineficiente, causando prejuízos aos comerciantes regularizados que atuam nas praias. A afirmação é do Diretor de Soluções da ACIF Canasvieiras e coordenador do Núcleo de Lojistas da entidade, Juarez Andrade, que relata queda nas vendas de até 50% entre alguns comerciantes da região.

No ano passado, a Secretaria de Serviços Público de Florianópolis (SESP) se comprometeu a mobilizar 62 fiscais nesta temporada, com ajuda da Guarda Municipal e Polícia Militar. “Nossa expectativa era a melhor possível, pois nos anos anteriores eram apenas 12 fiscais. Para nossa surpresa, até o momento praticamente não houve fiscalização na orla da praia, e apenas quatro fiscalizações noturnas em Canasvieiras, em que a equipe da SESP fica meia hora e vai embora”, explica Juarez. “A reclamação entre os comerciantes é geral, pois alguns já tiveram queda de 50% no faturamento”.

“Se não houver fiscal todo dia, não adianta”, explica. “As vendas dos comerciantes que pagam seus impostos já caíram pela metade em alguns casos. Enquanto isso, a praia está lotada de ambulantes ilegais”, diz.

Diferente dos ilegais, os donos de barracas e vendedores ambulantes regularizados pagam R$ 864 pelo alvará, com exigência de cursos como de manipulação de alimentos e atendimento ao cliente.

(ACIF , 24/01/2014)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.