Dia do Meio Ambiente tem eventos culturais e atividades educativas em Florianópolis
05/06/2013
Dê exemplos e melhore o meio ambiente
05/06/2013

Meio ambiente é um dever de todos

Por Viviane Bevilacqua (DC, 05/06/2013)

Há muitos anos perguntei ao pesquisador Alcides Dutra um biólogo e mergulhador, entusiasta e incansável defensor da natureza coordenador do Instituto Larus, de Florianópolis, o porquê de ele dedicar toda a sua vida a esta causa. Ele me disse que precisava fazer com que as pessoas conhecessem melhor o ambiente onde viviam, pois a gente só preserva aquilo que conhece. Fiquei pensando no que ele disse e, claro, Alcides estava certíssimo.

Se você não sabe, por exemplo, de onde vem a água que consome, o quanto ela está poluída hoje em dia na maioria dos pontos de captação, especialmente nas grandes cidades, e como é caro e trabalhoso torná-la própria para o consumo humano (e para outros usos também), você nunca dará o valor que esse líquido tão precioso merece. O desperdício, na maioria das vezes, ocorre por causa disso.

Volto a bater na tecla de que educar para a preservação da natureza – e é importante falar nisso hoje, 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente – deve começar já na infância e na adolescência. A Escola Dinâmica, na Capital, teve uma excelente iniciativa, que merece ser levada para outras instituições de ensino: até o final do ano letivo as atividades dos alunos (aulas, eventos e passeios) serão vinculadas ao tema Aimportância dos cuidados com a água. As ações farão parte de um projeto da ONG Rede das Águas, que promove a educação ambiental, com foco nas bacias hidrográficas.

A primeira ação ocorre hoje. Depois de um bate-papo na escola com um biólogo da ONG, os estudantes do 9º ano e do ensino médio irão coletar as primeiras amostras de água do Rio Ratones, próximo à Unidade Ambiental do colégio, no Bairro Vargem Grande, no Norte da Ilha. Um especialista vai fazer as análises durante todos os meses e, juntos, alunos e professores irão estudar e depois sugerir formas de melhorar a qualidade da água da bacia do Rio Ratones, que é a maior de Florianópolis e abastece uma área onde moram em média 40 mil pessoas.

O bacana desta história é que os meninos e meninas vão se sentir peças importantes, “co-protagonistas” dessas iniciativas para proteger o rio e os cidadãos que dependem dele. E é disso que a nossa moçada está precisando.

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em todo o mundo, desde 1972, para incentivar ações positivas para o meio ambiente. Este ano, a data reforça o tema da campanha Pensar. Comer. Conservar – Diga Não ao Desperdício, que visa diminuir a enorme quantidade de alimentos próprios para o consumo que é desperdiçado por consumidores e comerciantes. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informa que 1,3 bilhão de toneladas de comida são jogadas fora por ano no mundo. Uma em cada sete pessoas no mundo passa fome, e mais de 20 mil crianças com menos de 5 anos morrem todos os dias por conta de desnutrição.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *