Sessão Itinerante chega à região Continental
02/07/2008
Ciclovias
02/07/2008

FCC abre Edital sobre inscrições para Prêmio Cinemateca

Estão abertas até o dia 1º de setembro as inscrições para a edição 2008 do Edital Prêmio Cinemateca Catarinense / Fundação Catarinense de Cultura. A premiação deste ano alcançará valor recorde, com o Governo do Estado distribuindo R$ 1,9 milhão para 17 projetos selecionados em seis categorias diferentes.
Os editais estão disponíveis no site da Fundação Catarinense de Cultura (www.fcc.sc.gov.br), no link “Downloads”, e as inscrições podem ser feitas via correios ou diretamente no setor de protocolo da FCC, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, durante o horário de expediente do serviço público estadual.
No dia 9 de setembro, a Comissão Permanente de Licitações da FCC abrirá os envelopes para conferência da documentação, e encaminhará os habilitados para a comissão julgadora. O resultado do concurso será divulgado, através da imprensa e no Diário Oficial do Estado, em até 60 dias após a abertura dos envelopes.
Em 2007, foram contemplados 13 projetos, totalizando um valor de R$ 1,6 milhão. “A ampliação da premiação e do número de agraciados é importante para estimular ainda mais a produção cinematográfica catarinense, que já vem crescendo significativamente nos últimos anos”, afirma a presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Anita Pires.
Neste ano, o prêmio principal continua sendo para a produção de um longa-metragem, no valor de R$ 900 mil. Também serão contemplados a produção de três documentários de média-metragem no valor de R$ 80 mil cada, cinco curtas-metragem no valor de R$ 100 mil cada, quatro vídeos de curta-metragem no valor de R$ 40 mil cada, e a elaboração de dois roteiros
de longa-metragem no valor de R$ 15 mil cada, e de dois roteiros de curta-metragem no valor de R$ 10 mil cada.
Esta é a quinta edição do Prêmio Cinemateca Catarinense/Fundação Catarinense de Cultura. Em 2001, na primeira edição da premiação, foram distribuídos ao todo R$ 1.100.000,00, dos quais R$ 800 mil foram destinados ao longa-metragem “Seo Chico – Um Retrato”, de José Rafael
Mamigonian. Em 2002, foram distribuídos R$ 1.530.000,00, dos quais R$ 900 mil foram destinados ao longa “A Antropóloga”, de Zeca Pires.
Para a edição de 2005, o Governo do Estado destinou R$ 1.488.000,00, e o longa-metragem selecionado para receber R$ 760 mil foi “Doce de Coco”, de Penna Filho – lançado nacionalmente neste FAM. E em 2007, o prêmio total foi de R$ 1,6 milhão, dos quais R$ 900 mil foram para o longa-metragem “Querido Pai”, de Chico Faganello.
Todo o processo será acompanhado pela Comissão de Organização e Acompanhamento do Edital (COA), que receberá R$ 50 mil para cobrir os custos administrativos do Edital, entre eles transporte e hospedagem da comissão julgadora. Em 2007, o prêmio teve 128 projetos inscritos, contra 101 em 2005, 55 em 2002 e 51 em 2001.
Informações
Ronaldo dos Anjos / Setor de Cinema e Vídeo do Museu da Imagem e do Som de
Santa Catarina (MIS/SC)
Denise M. Corrêa Thomasi/ Administradora do Museu da Imagem e do Som
Fone: (48) 3953-2325 ou mis@fcc.sc.gov.br e mis.sc.fcc@gmail.com
Fundação Catarinense de Cultura
(Adjori SC, 02/07/08)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *