É preciso remover obstáculos para crescer
14/02/2007
Reflorescer
15/02/2007

Prefeitura faz limpeza nas imediações da Ponte Pedro Ivo

Com a transferência das instalações da Associação dos Coletores do Centro para o CTReS, no Itacorubi, a Prefeitura de Florianópolis deflagrou uma operação de higienização e reurbanização nas imediações da Ponte Pedro Ivo Campos. A Comcap destacou 14 empregados que, nos três últimos dias, recolheram 18,5 toneladas de resíduos da área situada debaixo da cabeceira insular da ponte.

Do local, que antes servia para a triagem dos materiais recicláveis, foram retirados rejeitos de papel e plástico, restos de madeira e pedras. A edificação que abrigava a Associação será mantida para servir de refeitório e sala de reuniões para a organização dos catadores. Também servirá para guardar os carrinhos no período noturno.

De acordo com o gerente da Divisão de Destino Final da Comcap e responsável pelo projeto de transferência dos catadores, Luiz Carlos Leotilio de Mello, já está sendo elaborado novo projeto de paisagismo e de florestamento da área que abrange cerca de 3 mil metros quadrados do Aterro da Baía Sul. “Ainda vamos seguir com o mutirão até higienizar completamente as imediações da ponte, havia um cheiro insuportável provocado pelo acúmulo de rejeitos da separação de materiais recicláveis”, comenta Mello.

Novo sistema humaniza trabalho dos catadores

Desde o início desta semana, com o novo sistema de coleta seletiva no Centro os 75 catadores associados passaram a contar com quatro pontos de coleta na área o central da cidade que reduzem o risco de acidentes na medida em que o número de carrinhos diminuiu de 60 para apenas 25 e encurtam em média 22 quilômetros no percurso diário – sob a tração de mais de 100 quilos por carrinho.

A operação de triagem dos materiais recicláveis também foi humanizada com o novo sistema: ao saírem das imediações da ponte, além de deixarem de ficar expostos ao risco de incêndios, passaram a ocupar galpão de 700 metros quadrados no Centro de Transferência de Resíduos Sólidos, equipado com prensa, elevador e esteira que permite a separação de 280 toneladas/mês. O local tem refeitório, sanitários e escritório, além de iluminação e ventilação adequadas.

(Adriana Baldissarelli, PMF, 14/02/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *