Hercílio Luz
12/09/2019
IMA e Casan sugerem precaução sobre a Beira-Mar Norte, em Florianópolis
12/09/2019

Fauna deve sofrer maior impacto do incêndio no Parque da Serra do Tabuleiro, avalia especialista

O incêndio que atinge o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, em Palhoça, na Grande Florianópolis, desde terça-feira (10) pode resultar em um prejuízo significativo para a fauna da unidade ambiental, avalia o professor Orlando Ferretti, do curso de Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Membro do Observatório de Áreas Protegidas, da UFSC, Orlando acredita que, além dos 558 hectares de vegetação já consumidos pelo fogo, animais em extinção em grande parte de Santa Catarina podem estar entre os mais afetados pela queimada.

— O fato de ser uma área de restinga bem estabelecida tem feito com que muitos animais fiquem ali, inclusive animais de grande porte. Então, esse pode ser o maior impacto do incêndio. Animais como antas, capivaras, muitos roedores, além de gatos do mato podem estar entre os afetados pelo fogo — comenta o professor.

A rapidez com que as chamas se espalharam torna a situação mais dramática. Carlos Cassini, coordenador do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, relata que entre a manhã e a tarde desta quarta-feira (11) as chamas percorreram uma área de seis a sete quilômetros em cerca de três horas, o que pode ter dificultado a fuga dos animais.

— Muitos animais não têm condições de fugir, principalmente répteis e anfíbios. Também é possível que muitas aves tenham sido atingidas, pois estamos em uma época em que elas começam a fazer os ninhos. Algumas aves não abandonam o ninho mesmo com o incêndio — diz o coordenador do Parque Estadual.

(Confira matéria completa em NSC, 11/09/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *