Bandeira FoodTech em Santa Catarina
03/05/2019
Oficina apresenta educação patrimonial para crianças da comunidade da praia do Forte
06/05/2019

Consórcio Trix-Infracon responde às declarações feitas à imprensa pela CASAN sobre ETE Insular

O Consórcio Trix-Infracon Insular, contratado pela Casan (EOC nº 1.151/2018) para reformar e ampliar o Sistema de Esgotamento Sanitário da Estação de Tratamento de Esgotos Insular e das Bacias D & F de Florianópolis -SC, informa que em nenhum momento desistiu de executar o processo licitatório, conforme disse hoje a Casan para a imprensa. A informação está incorreta, assim como está incorreta a informação de que as mudanças solicitadas pelo consórcio acarretarão aumento de R$ 20 milhões no valor do contrato. O aumento proposto é de R$ 2 milhões  – e corresponde a 2% da obra (que por lei pode ser aditada em até 25% do valor do contrato). O Consórcio também informa que, ao contrário da informação divulgada, o prazo proposto de conclusão permanece o original contratado e não será necessário ampliação alguma de prazo.

O motivo das solicitações de alterações do Consórcio Trix-Infracon para o projeto é que a equipe constatou que, se a obra for iniciada conforme os projetos originais licitados pela Casan em setembro de 2018, há um enorme risco, para não dizer certeza, de que haverá colapso das estruturas já existentes, causando profundo dano ambiental para a população local, por ter seu ambiente inundado por esgoto bruto.

O Consórcio Trix-Infracon, por responsabilidade ambiental e expertise técnico, está solicitando mudanças no projeto para continuidade do trabalho em segurança e com eficácia. O Consórcio Trix-Infracon, ao constatar o nível de deterioração das estruturas existentes da ETE INSULAR, contratou uma consultoria com os melhores especialistas em análise de estruturas e fundações do Brasil, e apresentou à Casan três soluções possíveis.

O Relatório entregue pela consultoria foi apresentado aos investidores e à Casan no dia 12 de março de 2019 e está disponível para análise de todos os jornalistas neste link – Estudo de Viabilidade Técnica e Ambiental ETE INSULAR. Durante o estudo, a consultoria descobriu que, em 2012, professores da UFSC já haviam feito um estudo que levava às mesmas conclusões e, mesmo tendo em mãos o estudo, a Casan não abriu tais informações durante o processo de licitação. O relatório técnico da UFSC está dentro do estudo apresentado pelo Consórcio, veja na página 55.

A Casan, depois do estudo apresentado, não contactou, de forma alguma e em momento algum, o Consórcio Trix-Infracon para debater tecnicamente a proposta de engenharia apresentada no dia 12 de março.

O Consórcio possui outros dois contratos vigentes com a Casan: um deles é o SES (Sistema de Esgotamento Sanitário) da cidade de Concórdia, SC – que está 99% concluído e será entregue em maio de 2019 -; o segundo é o SES Praia dos Ingleses /Florianópolis – que apresenta 75% das redes coletoras concluídas pelo trabalho do Consórcio e aguarda liberação da Casan para início das obras localizadas. Todos os trabalhos feitos pelo Consórcio Trix-Infracon para a Casan estão sendo concluídos com sucesso e dentros dos prazos contratados.

O Consórcio Trix-Infracon está disponível para entrevistas e esclarecimentos à imprensa.

Mais informações à imprensa

Hub Content – Assessoria de Imprensa do Consórcio Trix-Infracon

Gil Stefani – gil.stefani@hubconten.com.br

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *