Instituição canadense, referência na área ambiental, intensifica parceria com a UFSC
15/08/2018
Trabalho vai digitalizar 20 mil documentos de tradicional cemitério de Florianópolis
15/08/2018

Tecnologia na área da saúde e bem-estar é um dos eixos identificados para o desenvolvimento da economia

Em junho, durante a primeira reunião de construção do Plano de Desenvolvimento Econômico Municipal de Florianópolis, o PEDEM, as lideranças empresariais da Capital, representantes da Prefeitura Municipal e do Sebrae/SC definiram os cinco eixos estratégicos para o desenvolvimento econômico da Capital. São eles: Turismo, comércio, economia criativa e do mar; Tecnologia da informação e comunicação; Energia; Tecnologia em Saúde e Bem-Estar; e Nanotecnologia e novos materiais. Desde então, cada eixo tem um grupo de trabalho específico, composto por representantes de entidades e empresas do setor que se reúnem para planejar as diretrizes e estratégias para fortalecer os segmentos. Essas ações fazem parte do Programa Cidade Empreendedora, executado no município em parceria com o Sebrae/SC.

A coordenadora do Sebrae/SC na Grande Florianópolis, Soraya Tonelli, explica que os eixos foram definidos com base numa série de dados e pesquisas e o objetivo é fazer com que essas atividades sejam potencializadas na Capital. “O setor de tecnologia em saúde e bem-estar está se desenvolvendo em Florianópolis e as ações de estímulo ao empreendedorismo são necessárias para fortalecer a área”, explica Soraya.

A utilização da tecnologia contribui para o desenvolvimento de diversos setores. A área da saúde também está se beneficiando da inteligência artificial. Foi identificado que as startups de Florianópolis precisam criar uma aproximação com hospitais, clinicas de imagens e laboratórios para realizar testes e elaborar estratégias assertivas a fim de contribuir com o desenvolvimento tecnológico do município.

Pela complexidade da área, recursos financeiros mais altos e todos os aspectos regulatórios que envolvem a saúde, existem menos empresários dispostos a investir na ideia inicial. Contudo, as lideranças do município precisam traçar estratégias e atrair atenção para esse setor que é primordial para o crescimento de Florianópolis e a qualidade de vida dos moradores da região.

“Mais do que vender produtos ou serviços, a inovação na área da saúde é uma necessidade para oferecer condições melhores para a população. O setor está vivenciando uma grande transformação tecnológica e Florianópolis possui algumas empresas desse segmento que podem desenvolver atividades de grande valor agregado para o município”, ressalta o Superintendente de Desenvolvimento de Indústria e Comércio de Florianópolis, Piter Santana.

(PMF, 14/08/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *