FAM 2018: Átila Ramos lança livro sobre cinemas de rua de Florianópolis
15/06/2018
Concessionária quer usar trecho pronto do acesso ao aeroporto
15/06/2018

Estudantes aproveitam pesca da Tainha para aprenderem Matemática

Valorizar os saberes dos pescadores locais e explorar a matemática envolvida na pesca e comercialização da tainha. Esses são os objetivos do projeto “Que peixe é este? Uma abordagem matemática sobre a pesca da tainha na Ilha”, coordenado pela professora Tarcísia Vicente de Lima, com os estudantes do nono ano da Escola Básica Municipal de Florianópolis Osmar Cunha, em Canasvieiras.

Como parte da iniciativa, as crianças realizaram uma visita ao Rancho do Seu Nildo, na Praia Brava, local que existe há mais de 200 anos.

Durante a saída, os adolescentes puderam conversar e trocar conhecimentos também com o Senhor Pirão, um dos maiores entendedores da pesca no Norte da Ilha. Segundo a professora, uma outra figura que chamou a atenção do grupo foi a do olheiro, pessoa que fica das 6 horas às 18 horas observando o mar.

Dentro do projeto, os estudantes trabalham as porcentagens envolvidas na divisão do pescado e a organização dos dados colhidos em campo em forma de gráficos e tabelas. Estudam noções de probabilidade e estatística no caso da movimentação dos cardumes. O conhecimento de noções de espaço, plano cartesiano e coordenadas geográficas também são aprendidos.

“Nossa escola situa-se no bairro de Canasvieiras, onde grande parte dos moradores são pescadores ou descendentes de famílias de pescadores”, explica a professora Tarcísia. De acordo com ela, isso faz com que as crianças tenham uma relação com o mar e seus frutos.

Para o secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira, a iniciativa é extremamente enriquecedora. Alia cultura, tradição, aspectos econômicos, sociais e comunitários. “É a teoria concretizada no mundo real”, diz.

A etnomatemática

Além desses conteúdos curriculares da matemática escolar, o projeto também irá tratar da etnomatemática dos pescadores. A etnomatemática é um modo pelo qual culturas específicas desenvolveram, ao longo da história, técnicas e ideias para trabalhar com cálculos, comparações, medidas, inferências, classificações e modos distintos de modelar o ambiente social e natural ao qual pertencem e, assim, explicar e compreender os fenômenos que neles ocorrem.

O projeto está sendo desenvolvido também com a orientação da professora Jussara Brigo.

(PMF, 14/06/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *