Rede de Monitoramento Cidadão: Prefeitura já tem 40% dos indicadores que serão apresentados neste ano
10/05/2018
A qualidade das cidades e o exemplo de Lisboa
11/05/2018

Justiça mantém embargo de obras na trilha do Gravatá, em Florianópolis

A Justiça negou o novo pedido para liberar as obras que estavam sendo construídas na trilha do Gravatá, que fica no entorno do Parque Municipal da Galheta e Parque Municipal de Dunas da Lagoa da Conceição, em Florianópolis.

O caso se arrasta desde 2002 quando a empresa Tandau Empreendimentos Turísticos Ltda. começou a construção de três imóveis de alto padrão no local. Foi essa empresa que entrou novamente com recurso contra a decisão que havia suspendido todos os alvarás,autorizações e licenças e embargado a obra.

A empresa alega que as licenças e alvarás expedidos pela Prefeitura da Capital e pela Floram (Fundação Municipal do Meio Ambiente) são legais porque o terreno não estaria em Área de Preservação Permanente (APP).

A liminar acatou o pedido do promotor do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) Alceu Rocha, que entendeu que a área é de preservação permanente e quem teria autoridade para conceder ou não as licenças ambientais, nesse caso, seria um órgão estadual (Fatma) e não municipal (Floram) como aconteceu.

(Veja Matéria completa em ND, 10/05/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *