IMA suspende o licenciamento para o condomínio aeronáutico de Ratones, em Florianópolis
06/04/2018
Convênio para implantar transporte coletivo metropolitano é aprovado pelo comitê da Grande Florianópolis
06/04/2018

Casa da Alfândega será reaberta ao público

O Centro de Cultura Popular, localizado na Casa da Alfândega, no Centro Histórico de Florianópolis e ao lado do Mercado Público, será reaberto para a população nesta sexta-feira (6). O espaço que é administrado pela Fundação Catarinense de Cultura foi submetido a uma revitalização durante o mês de março. Nova estrutura, mobiliário expositivo padronizado e iluminação para receber os 68 novos expositores que apresentarão artesanato de referência estadual.

A obra, que contou ainda com pinturas, parte elétrica, reparação de interiores e mobiliário padronizado, levou um mês para ser concluída. O espaço reabre em seu horário normal, a partir das 9h, mas às 14h, haverá um ato solene para autoridades. O Centro de Cultura Popular foi revitalizado para receber os 68 novos expositores selecionados por meio de um concurso público promovido pela FCC no fim de 2017.

São artesãos e trabalhadores manuais representando 22 municípios de todas as regiões do estado. “A reforma veio para atender a essa nova ocupação artística, com produtos de grande relevância cultural e qualidade. Mais importante ainda é que o Centro se consolidará de fato como referência ao trazer toda a diversidade regional do nosso artesanato”, explica o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

A diretora de Preservação do Patrimônio Cultural da FCC, a arquiteta Vanessa Maria Pereira, destaca ainda que, mais do que ofertar souvenires para os turistas, a função do Centro de Cultura Popular é fortalecer ainda mais o vínculo com a população local, unindo a experiência cultural de conhecer o artesanato estadual e o fomento à economia criativa. “A população poderá encontrar de peças de vestuário, acessórios, decoração à pêssanka (ovos coloridos) de Porto União e produtos inspirados na Guerra do Contestado”.

A reabertura da Casa da Alfândega marca também os 30 anos de criação do projeto inicialmente chamado de Galeria do Artesanato, e atualmente Centro de Cultura Popular. A missão é efetuar o resgate visando à continuidade do artesanato de Santa Catarina por meio da comercialização. A grande preocupação e principal meta da Fundação Catarinense de Cultura é a preservação do artesanato de base cultural na valorização do saber fazer do povo catarinense.

A história de um povo, uma época ou região ficam registradas também pela maneira contada, trançada, bordada, pintada, desenhada, etc. A casa também abriga o grande potencial do patrimônio imaterial do Estado através do seu folclore e manifestações populares. Agrega os diversos tipos de saber fazer na área do artesanato e das expressões populares. É referência e registro da sabedoria popular. É um ponto de disseminação cultural também na área do turismo. É um centro de referência cultural do saber fazer de nossa gente.

Já o prédio da Alfândega foi inaugurado em 29 de julho de 1876, data que coincidia com o aniversário da princesa Isabel. O espaço pertence ao Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (Iphan), cabendo à FCC a administração do Centro de Cultura Popular. O imóvel já foi sede dos museus Histórico (MHSC) e de Artes de Santa Catarina (MASC).

(Floripa News, 05/04/2018)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *