Clipping

Cidades Digitais podem impulsionar turismo em Santa Catarina




As cidades digitais, principalmente na região litorânea do Estado, devem dar atenção especial ao uso da tecnologia no turismo, na opinião do Secretário Adjunto de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Francisco dos Anjos, que participou, nesta quarta-feira (7), do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, em Balneário Piçarras. O evento, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura Municipal de Piçarras, reuniu prefeitos, gestores, vereadores e empresários de cerca de 30 localidades para tratar de investimentos que facilitem a vida de moradores e turistas por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

O desenvolvimento integrado regional turístico é outro ponto ressaltado pelos gestores. O consórcio de turismo na Foz do Rio Itajaí, o Costa Verde Mar, é destaque nacional desde 2011 com a criação do primeiro aplicativo turístico regional. A Presidente do Colegiado de Turismo da AMFRI e Secretária de Turismo da Prefeitura de Balneário Piçarras, Susan Corrêa, cita as próximas ações que beneficiem os 10 municípios que integram a proposta, como a disponibilização de torres para carregador de celular, jogos virtuais e beacons, equipamento este que levará informação de oito pontos turísticos de cada cidade via tecnologia bluetooth para os visitantes. O foco, reforça Susan, é atuar para destinos turísticos inteligentes, projeto que vem sendo desenvolvido desde o ano passado em parceria com o Sebrae. “Temos buscado avançar nessa parte para que os nossos meios de comunicação sejam utilizados pelos nossos turistas”.

Bombinhas, referência em cidade digital no Estado, também utilizou a tecnologia para desenvolver o setor turístico. A taxa de preservação ambiental (TPA), cobrança feita por câmeras OCR de leitura de placas, resolveu o problema com coletas de lixo na alta temporada, por exemplo. Conforme conta a prefeita Ana Paula da Silva, o município também está prestes a inovar na forma de pagamento dos tributos municipais por meio de cartão de crédito. “A cidade se modificou nos últimos cinco anos graças ao processo tecnológico. Nós temos condições de fazer muito mais pelas pessoas. O crescimento do país só vai acontecer pelas mãos das pequenas cidades. É nelas que o posto de saúde precisa financiar ou que a vaga na creche precisa existir. Basta decisão política e vontade de acertar”, frisou a prefeita que apresentou os ganhos em arrecadação e gestão.

Cidade sede do III Fórum de Cidades Digitais da Foz do Rio Itajaí, Balneário Piçarras é outro município conectado na região. O vice-prefeito Flávio Tironi destacou os investimentos que tornou a localidade referência em atendimento na Saúde. “Esse é um assunto muito importante que foi colocado no nosso plano de governo. Estamos investindo fortemente desde 2013 para que a gente possa facilitar a vida da população e servidores, principalmente na saúde e também fortemente na educação”, comentou o vice-prefeito, observando que em breve a Prefeitura deve disponibilizar um sistema para reforço escolar e matrículas online.

(Portal da Ilha, 07/02/2018)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.