Clipping

Santa Catarina está entre os cinco melhores em licenciamento ambiental no País




Santa Catarina aparece em quarto lugar no Índice de Qualidade do Licenciamento Ambiental (IQL), levantamento inédito no País feito pela consultoria AFranco Partners, que avalia processos de governos estaduais. No Estado, o serviço é feito pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma). Em primeiro lugar aparece a Bahia, seguido do Mato Grosso do Sul e Paraná. Em quinto lugar está o Estado catarinense. A informação foi divulgada na terça-feira, 26, no Valor Econômico.

A consultoria avaliou 18 itens, divididos em três blocos: transparência, burocracia e prazos. Entre os quesitos avaliados está a disponibilização de manuais de licenciamento, serviços on-line, qualidade no atendimento e apresentações de informações claras e acessíveis. Santa Catarina acumulou 17 pontos, um abaixo da Bahia, primeira colocada. “Emitidos cerca de 15 mil licenças e certidões neste ano para empreendimentos de 300 atividades econômicas diferentes. Estar entre os cinco melhores do País em licenciamento ambiental é resultado da dedicação dos servidores da Fatma”, afirma o presidente da Fundação, Alexandre Waltrick Rates.

A ideia do índice é avaliar as implicações do caminho percorrido por empresários até a obtenção de todas as licenças ambientais. De acordo com a consultoria responsável pela pesquisa, a legislação ambiental é um conjunto complexo de leis e acaba gerando insegurança jurídica devido à falta de padrão, transparência e agilidade nos processos.

(Fatma, 27/12/2017)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.