Florianópolis estreia “Lei Rouanet da inovação”
18/01/2018
“É uma virada de página importante”, afirma diretor do Ipuf sobre Conselho da Cidade
18/01/2018

Condomínio Ponta do Leal, em Florianópolis, tem novo prazo de conclusão para 2019

A comunidade foi criada na década de 1960 e é conhecida pelas palafitas, um tipo de habitação construída sobre troncos e pilares sobre a água. Particularmente na comunidade da Ponta do Leal, muitas das 94 famílias vivem em casas de madeiras sobre pedras e o mar da baía Norte. “Depois de um ano parada, a obra recomeçou no fim do ano passado com a pintura interna. A nossa expectativa é que de fato os trabalhos continuem até a conclusão desta vez”, disse o pintor Elias Macedo, 43 anos, que mora na comunidade há duas décadas.

Das famílias residentes, 88 irão para os apartamentos e as outras seis serão reaolocadas em outro projeto social. São três blocos com 24 apartamentos cada e mais um com 16 imóveis. Em média, cada residência terá 58 m², com sala, cozinha, área de serviço, dois quartos, banheiro e sacada com churrasqueira.

(Veja Matéria completa em ND, 18/01/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *