Fatma emite novo relatório sobre as condições das praias
22/01/2018
Condição ambiental e poluição urbana estão associadas à cor da água do Rio do Braz, dizem prefeitura e Casan
22/01/2018

Chuva provoca transtornos no trânsito no Sul da Ilha

A chuva da madrugada desta segunda-feira provocou alagamentos e transtornos no trânsito no Sul da Ilha. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), uma das rodovias de acesso à região (SC-406), registrou quatro pontos de obstrução por causa de deslizamentos e quedas de barreira.

O maior problema foi na altura do km 45, no Pântano do Sul, onde o asfalto cedeu em toda a extensão da pista. O trecho está sinalizado e o trânsito flui lentamente nos dois sentidos. De acordo com a PMRv, o asfalto corre o risco de ceder ainda mais por causa do fluxo de veículos, por isso, os policiais alertaram o Departamento Estadual de Infra Estrutura (Deinfra).

No km 39,9, no Morro das Pedras, houve uma queda de muro que atingiu o acostamento, mas não chegou a interromper o trânsito.

No km 37,6, também no Morro das Pedras, próximo ao mercado Bistek, houve uma queda de barreira no sentido Centro-bairro. O trânsito está em meia pista com passagem alternada. Como não houve destruição da pista, o fluxo deve ser liberado assim que for providenciada a limpeza dos entulhos.

Entre o trevo do Ribeirão da Ilha e o Pântano do Sul, a PMRv informou que pode haver pontos de alagamentos na pista, por isso, o motorista deve redobrar a atenção. Porém, o trânsito está liberado em ambos os sentidos.

(DC, 22/01/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *