Clipping

Secretário que emitiu viabilidade para aeroporto de Ratones se manifesta sobre parecer




O ex-secretário da SMDU (Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanos) de Florianópolis, Marcelo Martins, que em 2016 emitiu documento de viabilidade para empreendimento da Costa Esmeralda, que pretende construir um parque aeronáutico no bairro Ratones, se defendeu sobre as acusações de que teria agido ao arrepio da lei. Na sexta-feira (05), após audiência na comunidade para tratar do assunto, o vereador Maikon Costa (PSDB) encaminhou ofício à Prefeitura de Florianópolis solicitando cópia dos atos de Martins.

Segundo lideranças comunitárias que acompanham o processo para implantação do empreendimento, na época o secretário Marcelo Martins não teria considerado o parecer do Ipuf (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis), que declarou impossibilidade de projeto aeronáutico na área de 217 hectares. O pedido de viabilidade teria se apoiado nos argumentos de um ofício encaminhado à Costa Esmeralda no qual o órgão alertava sobre a possível revisão do zoneamento por conta da elaboração do novo Plano Diretor. No mesmo ofício, o Ipuf orientou o empreendedor a concluir os estudos ambientais e a realizar audiência pública na comunidade.

No documento de consulta de viabilidade emitido por Martins mediante pedido da empresa, o uso do solo para o empreendimento da Costa Esmeralda foi considerado “adequado o que requer conforme parecer do Ipuf nº OE-260/Ipuf/GAB/16 desde que obedeça a legislação “.

Leia na íntegra em  Notícias do Dia Florianópolis, 07/05/2017.



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.