Inscrições abertas para o II Concurso Cultural Gastronômico Fenaostra Creative City
28/09/2016
Pesquisa aponta quais as prioridades e problemas mais urgentes de Florianópolis
28/09/2016

Pesquisa da FloripAmanhã revela quais as prioridades e problemas mais urgentes de Florianópolis


Tratamento de esgoto, poluição das praias, mobilidade e falta de planejamento urbano são as questões mais importantes para Florianópolis, segundo os entrevistados na pesquisa Floripa 2016, uma iniciativa da Associação FloripAmanhã com o apoio do ForTur – Fórum de Turismo da Grande Florianópolis.

Entre cinco de julho e 14 de agosto, 541 pessoas participaram da pesquisa através de questionário autoaplicável, pela internet, com perguntas abertas e de múltipla escolha. Os resultados disponíveis a seguir serão apresentados aos candidatos à prefeitura de Florianópolis em debate promovido pelo ForTur após o primeiro turno da eleição, em data e local a ser definido. 94% dos entrevistados acha que as campanhas eleitorais não têm conseguido provocar o debate necessário sobre o futuro da cidade.
“O que foi apontado na pesquisa são problemas da cidade que continuam e estão se acentuando. O nosso grande desafio agora é que os candidatos a prefeito tratem dos temas que as pessoas acham mais graves e firmem um compromisso de discutir junto com sua equipe técnica e com representantes da sociedade como encarar estes problemas. As organizações sociais podem e devem ajudar o prefeito a cuidar da cidade”, comenta a presidente da Associação FloripAmanhã, Anita Pires.
Para o diretor da FloripAmanhã, Ricardo Domingues, os resultados da pesquisa demonstram que os entrevistados têm consciência sobre as obrigações da prefeitura e indicam que o novo prefeito só conseguirá aprimorar estes itens modernizando sua gestão. “A partir dos resultados da pesquisa, a FloripAmanhã quer provocar um novo olhar para a gestão política e sobre a importância da modernização da gestão pública, com uso de ferramentas digitais e aprimoramento do diálogo com a sociedade organizada”, analisa Domingues.
A presidente da FloripAmanhã destaca também a importância de cada cidadão fazer a sua parte: “os problemas da cidade não são só do gestor público, muitos são gerados pelos moradores como lixo na rua, nos rios e no mar, não ligar seu esgoto na rede entre outros”, conclui Anita Pires.
Os participantes da pesquisa concorreram a três prêmios. Os sorteados foram:

  • Arthur Rebello – passeio turístico Floripa By Bus;
  • Luciano Pires – um final de semana de hospedagem para casal no Il Campanário Villaggio Resort
  • Lu Mariot – um final de semana de hospedagem para casal no Costão do Santinho Resort

Resultados da Pesquisa Floripa 2016





Na questão “Complete com o seu comentário sobre os temas prioritários e os  problemas mais urgentes de Florianópolis”, as sugestões mais comuns dos entrevistados foram:

  • Promover a cooperação Publico-Privada;
  • Incentivar o empreendedor com linhas de crédito mais acessíveis;
  • Desenvolver um modal marítimo de transporte;
  • Atividades de recreação abertas aos finais de semana – Museus, Mercado Público e outros;
  • Propor alternativas de logística do Norte da ilha para o continente.

 
(Publicado por Expresso Catarinense, 26/09/2016)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

0 Comentários

  1. reinaldo disse:

    Bom resultado, parece refletir a realidade. Mas os problemas existentes tem causa, e a causa não foi apontada, Trabalhar no efeito não remove as causas. Portanto o resultado é pífio pois não apresenta soluções. Pensam que resolver o problema de mobilidade é construir novas pontes e vias públicas ou colocar mais transporte de massa. É puramente combater o efeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *