Clipping

Parceria entre o Sebrae/SC e a Prefeitura de Florianópolis visa impulsionar o turismo na Capital




A parceria entre a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Turismo, e o Sebrae/SC ultrapassou mais uma etapa neste mês. A proposta do projeto “Floripa Pró-Turismo” é a de fortalecer e impulsionar o setor turístico da cidade durante o ano inteiro.

Foram desenvolvidos diversos encontros com representantes do trade turístico, entidades e consultores, com a finalidade de discutir as temáticas e as propostas de elaboração de parte dos materiais que foram entregues pela coordenadora regional do Sebrae/SC, Soraya Tonelli, à secretária de Turismo, Zena Becker.

Plano de Marketing Turístico de Florianópolis

Um dos planejamentos entregues, voltados ao desenvolvimento do setor, é o ‘Plano Floripa`, que traça estratégias de ação até 2021. Nele foram montados direcionamentos e estratégias de marketing a serem traçadas pelo destino nos próximos anos. Conforme aponta a apresentação do plano, a falta de planejamento neste segmento é uma das principais fraquezas da maioria dos destinos turísticos do Brasil que participam do Índice de Competitividade Turística.

“Com o ‘Plano Floripa’ em mãos a cidade adquiri mais condições de atuar e de melhorar a promoção do destino. Além disso, com ele serão direcionadas melhorias em diversas áreas com base nestes estudos, como: na infraestrutura urbana e de acessos; adequação dos sistemas de sinalização turística; incentivo ao aproveitamento do potencial hidroviário; a valorização das áreas verdes; revitalização e a conservação de pontos históricos da cidade”, frisou a secretária Zena Becker.

A base deste material é fundamentada em quatro pilares: gestão com foco no mercado; produto turístico; comunicação e divulgação e a comercialização e distribuição.

“Essa parceria entre a Prefeitura e o Sebrae/SC é fundamental para o desenvolvimento da indústria do turismo na Grande Florianópolis. Com este estudo completo, o objetivo do Sebrae/SC é entregar a Prefeitura algumas diretrizes de atuação para que a cadeia se fortaleça e consiga se manter atrativa e competitiva durante todo o ano. Com essa conquista, Florianópolis poderá dar um impulso de crescimento socioeconômico”, comentou a Coordenadora do Sebrae/SC na Regional da Grande Florianópolis, Soraya Tonelli.

Diagnóstico de Mercado

Junto ao ‘Plano Floripa’ foi entregue um estudo com um diagnóstico de mercado, este foi usado como base para a elaboração do plano de marketing de Florianópolis. O documento apresenta uma análise mercadológica relacionada às tendências macroambientais do setor de turismo. Ele orientou, ainda, a organização dos dados já existentes sobre a situação atual da cidade de acordo com tópicos como: cenário do turismo; características do território; visita de reconhecimento do território; perguntas norteadoras; análise macroambiental; análise de demanda e da oferta turística e a análise de forças e fraquezas.

O Diagnóstico de Produtos Turísticos de Santa Catarina, produzido pela Embratur (Instituto Brasileiro do Turismo), incrementa as informações contidas no estudo. Este diagnóstico é relacionado ao Plano Aquarela 2020 (Plano de Marketing Turístico Internacional), que tem como objetivo compartilhar informações e relacionar as potencialidades dos mercados internacionais com os Estados brasileiros.

Fluxograma de Eventos de Florianópolis

Outra ferramenta de suma importância, que compõem os documentos elaborados por meio do convênio Prefeitura e Sebrae/SC, é o Fluxograma de Eventos da cidade. A ideia é de que ele melhore a gestão da Secretaria Municipal de Turismo com relação ao segmento de negócios e eventos, apresentando como devem ser encaminhadas as solicitações de alvarás para a realização de eventos.

Ele oferece, ainda, sugestões de alterações para a Lei 186/2005, que dispõe sobre a promoção e realização de eventos de grande porte no município. Uma dos pedidos, por exemplo, é de que a lei se torne abrangente, considerando todos os eventos independente de seu porte.

Inventário Turístico

A secretária recebeu, ainda, um documento com o inventário dos serviços e equipamentos turísticos da cidade. Deverá ser entregue em breve, ainda o levantamento dos atrativos turísticos que também está sendo elaborado pelo Sebrae/SC. Este material consiste em um mapeamento de tudo o que há relacionado ao turismo na cidade, revelando o potencial do segmento para o desenvolvimento econômico de Florianópolis.

O Conselho Municipal de Turismo (Comtur) também foi recebeu cópia deste arquivo para que possa ter conhecimento dos estudos realizados.

Demanda Turística Baixa X Alta Temporada

Por fim, foi entregue um estudo detalhado sobre a demanda turística do destino, tanto na alta como na baixa temporada. O intuito foi o de estudar o perfil e as características da viagem entre os turistas que chegam à cidade; levantar as formas de organização da viagem; os aspectos referentes à satisfação do público com a cidade e sua infraestrutura e caracterizar os perfis do turista quanto ao gênero, faixa etária, graus de instrução e renda.

Disponível em: bit.ly/ParceriaFloripaProTurismo

(Setur, 31/08/2016)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.