Clipping

PMF define quatro ações para o Rio do Brás




A contaminação do Rio do Brás, na praia de Canasvieiras, Norte da Ilha, deve diminuir consideravelmente nos próximos dias. Em reunião na manhã desta quarta-feira (6), a Prefeitura de Florianópolis e a Casan decidiram desenvolver quatro ações em conjunto para acabar com o problema.

A primeira e mais imediata é intensificar, já a partir desta quinta-feira (7), a fiscalização no local, dentro do programa Se Liga na Rede, que identifica e notifica imóveis que tenham ligações clandestinas de esgoto. Elas são apontadas como as principais vilãs da saúde do rio, já que, segundo dados do programa, 57% dos imóveis do entorno estão com seu seus sistemas de esgotamento sanitário irregulares.

“O número é extremamente alto e com a fiscalização intensificada, mais as outras ações que iremos tomar, como a limpeza dos canais e manutenção da faixa de areia, deve ser amenizado o problema. Para saná-lo, precisamos da ajuda daqueles que ainda não ligam seu esgoto à rede da Casan”, disse o prefeito Cesar Souza Junior.

E não são poucos os casos de irregularidades dos imóveis. Somente no mês passado, o programa Se Liga na Rede notificou 243 casos; com o trabalho, 200 se adequaram, restando 43 para serem solucionados.

Com todos os pontos já mapeados e notificados, a fiscalização irá voltar para multar quem ainda não ligou sua rede corretamente ao sistema da Casan. Apesar de a maioria colaborar, após a multa, quem precisa tomar uma iniciativa é o morador.

“Em parceria com a Prefeitura, vamos limpar os canais e acelerar nosso projeto para a obra que irá tratar a água que desemboca no mar. Mas, para sanar este problema, precisamos que os moradores liguem suas redes ao sistema”, frisou o presidente da Casan, Valter Gallina.

As ações que serão tomadas

1 – Intensificar a fiscalização na região, retornando em todos os imóveis já notificados;

2 – Limpeza do canal que liga que o Rio do Brás ao rio Papaquara;

3 – Equipes da secretaria de Obras irão realizar a manutenção diária da areia da praia de Canasvieiras;

4 – Acelerar o andamento do projeto para obra da Casan, que prevê o tratamento da água que escoa do Rio do Bráz.

Números do programa

Inspeções realizadas: 4.913

Imóveis inspecionados: 2.693

Número de ligações irregulares notificadas: 1.430

Obs: dados referentes aos bairros Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus entre outubro de 2013 e dezembro de 2015

(Prefeitura de Florianópolis, 06/01/2016)



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.