Excesso de automóveis individuais é um dos principais problemas de mobilidade em Florianópolis
28/11/2014
Transporte público de Florianópolis terá novidades na temporada
28/11/2014

Mobilidade, por quem vive o problema

“Segundo os dados preliminares do Plamus (Plano de Mobilidade Urbana Sustentável), são 0,66 carros por habitante só na Capital e 0,62 em toda região metropolitana.

Quando comparada a outras regiões metropolitanas, a Grande Florianópolis tem a maior participação do automóvel na mobilidade das pessoas”, registrou reportagem de Letícia Mathias, no ND de quinta (27).

Completando: “Quase metade dos deslocamentos é feita de automóvel (48%), superando em quase o dobro os índices do Rio, São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre”.

Ao conversar com três motoristas de ônibus que trabalham no sistema de Florianópolis, ouvi deles três constatações óbvias, mas indispensáveis, de quem conhece os problemas de perto: o excesso de automóveis nas ruas prejudica a circulação dos coletivos e a qualidade dos serviços prestados;

o sistema só será eficiente quando a região metropolitana receber modais auxiliares (transporte marítimo, veículo leve sobre trilhos); finalmente, é necessária a implantação de calhas exclusivas para ônibus nos principais eixos de ligação: Ilha-Continente, Beira-Mar Norte; Mauro Ramos; SC-401, SC-405, entre outras vias. O problema é que todas as soluções dependem de intervenções urgentes – e algumas muito caras – do poder público.

(ND, 28/11/2014)

mm
Assessoria de Comunicação FloripAmanhã
A Assessoria de Comunicação da FloripAmanhã é responsável pela produção de conteúdo original para o site, newsletters e redes sociais da Associação. Também realiza contatos e atende demandas da imprensa. Está a cargo da Infomídia Comunicação e Marketing Digital. Contatos através do email imprensa@floripamanha.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *