Clipping

Lucros na Casan




Da coluna de Cacau Menezes (DC, 21/04/2010)

No exercício de 2008, a Casan, nossa estatal de água e esgoto, teve um lucro líquido de R$ 17,164 milhões. Naquela ocasião, tudo dentro da lei, 14 diretores foram contemplados com gratificações de R$ 10.691,22 a R$ 52.365,15 a título de participação nos lucros e 10 membros do Conselho de Administração, pelo mesmo motivo, receberam de R$ 5.454,70 a R$ 52.365,15. O presidente da empresa, por exercer também a presidência do conselho, recebeu dobrado: R$ 104.730,30.

Recentemente, a assessoria de imprensa da estatal divulgou que, em 2009, o lucro líquido foi de R$ 31,473 milhões, 80% superior ao do ano anterior. Imagina-se, então, que a “participação nos lucros” dos diretores e conselheiros será em torno de R$ 94.257,27!

Se há superávit, não deveria ser reaplicado em obras e serviços da empresa? Resta a afirmação: nem tudo que é legal é moral.



Notícias Relacionadas




Comente no Facebook

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Política de moderação de comentários:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, a Associação FloripAmanhã se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados. Queremos manter um espaço coletivo de debates em torno de ideias. Façamos bom proveito para o melhor de nossa cidade.