Com as receitas da venda de petróleo, Abu Dhabi vai erguer a cidade mais ecológica do mundo
08/04/2008
Celesc Distribuição lança programa de eficiência energética para famílias
08/04/2008

Blumenau terá redes sem fio e de fibra ótica até o final de 2008

Blumenau, cidade catarinense a 91 quilômetros da capital, Florianópolis, está se preparando para lançar seu projeto de Cidade Digital no final de 2008. “Vamos interligar um total de 260 pontos, incluindo os que recebem sinal via rádio e os que estarão conectados ao anel de fibra ótica”, informa o secretário municipal de Orçamento e Gestão, Marcel Hugo.
O modelo a ser adotado em Blumenau, que conjuga fibra ótica e rede sem fio, inspira-se na experiência de Porto Alegre (RS), onde o sinal de internet vai por fibra ótica até os bairros e daí é redistribuído por ondas de rádio. Blumenau vai fazer a mesma coisa e, para se informar e capacitar, a equipe da cidade catarinense visitou, em março de 2008, a Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa), que implementou o projeto na capital gaúcha.
A tecnologia escolhida para a rede sem fio foi pré-Wimax. “Nossa cidade tem relevo muito acidentado. Esta foi a tecnologia que se mostrou ideal, pois chega mais longe”, diz o secretário, explicando a escolha de sinal pré-Wimax, em vez de Wi-Fi, para iluminar os bairros espalhados pelos 520 quilômetros quadrados de área. A velocidade de banda da rede wireless ainda não foi definida, assim como os equipamentos a serem utilizados.
No estágio atual do projeto de Blumenau, o anel de 18 quilômetros de fibra ótica está em fase final de instalação. Com isto, 60 pontos serão conectados, entre unidades do município, incluindo todas as secretarias, e do governo do estado. Neste primeiro momento, escolas e postos de saúde não estão incluídos. Eles serão iluminados na segunda etapa, quando for instalada a rede wireless, que abrangerá mais 200 pontos e está prevista para o último trimestre do ano.
“Cada uma de nossas 53 escolas municipais já tem laboratório de no mínimo 20 microcomputadores. A banda é pequena, normalmente de 256 kbps, fornecida pela operadora, e é usada somente para aulas”, diz Marcel Hugo. “Com o projeto de Cidade Digital, a banda vai aumentar, beneficiando diretamente os cerca de 43 mil alunos. Já temos planos de transformar as escolas em verdadeiros telecentros, abrindo os laboratórios para uso da comunidade fora do horário escolar”, completa o secretário. Atualmente, o único telecentro da cidade é do Casa Brasil, programa do Ministério da Ciência e Tecnologia.
Em 2008, e-gov; em 2009, voz sobre IP

O uso da rede sem fio pelos cidadãos em suas casas não está previsto no projeto. Porém, alguns hotspots, locais com sinal sem fio aberto para uso gratuito, estão sendo pensados. “Dentro dos recursos que temos, estamos estabelecendo se teríamos hotspots. Ainda não definimos a quantidade, mas, pelo que temos discutido, inicialmente devemos criar um hotspot único, como experiência”, prevê o secretário municipal de Orçamento e Gestão.
A tecnologia VoIP vai ser utilizada, no mínimo, em todos os 60 pontos da administração pública que serão conectados por fibra ótica. A prefeitura já fez inclusive estudos preliminares sobre sua implantação e a economia que ela pode gerar. De acordo com tais estudos, a futura utilização de VoIP irá diminuir os gastos atuais em aproximadamente 40%. Porém, os pontos VoIP só poderão ser instalados a partir de 2009, pois a prefeitura terá que investir em uma nova central telefônica, o que só será possível no ano que vem.
Enquanto essas inovações de rede e conexão não chegam, os 293 mil habitantes da cidade podem utilizar os serviços de e-gov, segmento mais avançado do projeto de Cidades Digitais de Blumenau. Inúmeros serviços já estão disponíveis no site da prefeitura, como consulta de processos instaurados junto à prefeitura, emissão de 2ª via de guia do IPTU e de Alvará, emissão da guia de recolhimento do ISS, renovação de alvarás, etc. É possível ainda saber quais os contratos e licitações da prefeitura, ver os mapas e a listagem de ruas e acompanhar a webcam instalada no centro da cidade, entre outros serviços.
(Guia das Cidades Digitais, 02/04/08)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

1 Comentário

  1. evandro disse:

    vcs tem alguma novidade sobre a internet depois desse desastre todo q aconteceu em blumenau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *