Parceria
23/07/2007
Comunidade é capacitada para Sapiens
23/07/2007

Portugal oferece dinheiro para marina na baía Sul

O investimento para uma marina com capacidade para abrigar 500 barcos em Florianópolis pode vir do exterior. A comitiva catarinense que viajou para a Europa neste mês assinou em Portugal um protocolo de intenções para a instalação na Via Expressa Sul, da Floripa Marina Resort. No documento, a empresa WMD, de Portugal, demonstra interesse em investir na região e o governo estadual e municipal se compromete em apoiar o projeto.

O secretário de Turismo de Florianópolis, Mário Roberto Cavallazzi, diz que o projeto exigiria investimentos da ordem de 120 milhões de euros – o que representa mais de R$ 300 milhões. O investimento, segundo o secretário, seria exclusivamente da empresa, que junto a marina construiria um complexo turístico equipado com restaurantes, comércio e estrutura para hospedagem. A empresa também poderia cobrar aluguel dos barcos ancorados no local.

A WMD já fez três marinas na região do Algarve, em Portugal. Agora a empresa prepara um projeto apresentando o modelo que poderia ser construído em Florianópolis. A idéia inicial prevê a implantação da estrutura na enseada do bairro Saco dos Limões, junto ao aterro construído para a passagem da Via Expressa Sul – na ligação entre o centro da Capital e o aeroporto.

O secretário Cavallazzi diz que o papel do poder público seria viabilizar o local para receber o equipamento necessário, estudando o previsto para o plano diretor local. A obtenção das licenças ambientais prévias fica a cargo da empresa. “Uma obra deste porte representa um novo patamar. Agora temos que nos perguntar se é isso que queremos para Floripa. Ou abraçamos a causa ou seguimos por outra linha, como o turismo de massa”, avalia.

Ele explica que, mesmo com o protocolo de intenções, para levar a idéia adiante deverá ser aberto processo de licitação, com a WMD concorrendo com outros interessados. O modelo a ser adotado ainda não está claro. Cavallazzi lembra que a região avaliada é área da União e, portanto, o governo do Estado deverá requerer o espaço antes de deflagrar o processo oficialmente.

Metrô interessa a empresários

Depois da viagem à Itália e a Portugal, o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) destacou outros projetos internacionais que podem chegar a Florianópolis. Em Portugal, a comitiva catarinense participou um encontro com a empresa rodoviária de Lisboa, que trabalha com trens e metrô de superfície. Luiz Henrique diz que os portugueses demonstraram interesse no projeto para metrô de superfície em Florianópolis, passando pela hoje desativada ponte Hercílio Luz, diante do volume de passageiros locais.

O governador deve chamar os prefeitos da região metropolitana para discutir o assunto. A idéia inicial para o itinerário contemplaria a ligação de Barreiros, em São José, à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na Trindade. Em Lisboa, LHS encontrou o vice-presidente da empresa Transportes Aéreos Portugueses (TAP) e o presidente da Terra Brasilis. Essas empresas estão organizando a realização, no verão, de oito vôos charters diretos da Europa para Florianópolis.

O governador defende o aeroporto de Florianópolis como o mais eqüidistante para pegar passageiros do Rio Grande do Sul, do Paraná, da Argentina, do Paraguai, do Uruguai. Com o congestionamento cada vez maiores de São Paulo e Rio de Janeiro, a direção da TAP estaria estudando uma linha direta da Europa para o Sul, já que SP e RJ estão cada vez mais congestionados.

(A Notícia, 22/07/2007)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *