Chuva afasta risco de racionamento
04/12/2006
Nossa cidade
04/12/2006

Incerto destino da praça de pedágio na 401

Nenhuma autoridade do governo do Estado sabe informar quando o terminal de pedágios da SC-401 vai ser demolido, apesar da existência de autorização judicial para que isso ocorra. “Queremos receber a concessão de volta e reassumir a responsabilidade pela rodovia. O pedágio não vai ser cobrado e por isso não há sentido na manutenção daquela estrutura que só oferece risco aos motoristas”, disse ontem Ilson Chaves, da SC-Parcerias.

No início do ano, algumas partes da estrutura foram demolidas, como as cabines de cobrança do pedágio. As instalações onde funcionariam os escritórios da empresa Linha Azul – que ganhou a concessão – abrigariam o posto no 1 da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). “Isso foi falado durante algum tempo, mas depois esqueceram”, disse um soldado do posto de Ratones.

Segundo Chaves, será assinada até dezembro a ordem de serviço para a execução do projeto técnico de engenharia para a duplicação do trecho da SC-401 entre os trevos de acesso a Jurerê e Ingleses. Também será projetado o chamado Anel Sappiens, entre os trevos de Ingleses, Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus, visando a inauguração do Sappiens Parque.

Sappiens Parque

Parte do capital da SC-Parcerias é formado por um trecho do terreno onde será instalado o Sappiens Parque, “que ficará valorizado depois da duplicação e isso vai compensar os investimentos com a melhoria da SC-401”, disse Chaves. A demolição do atual posto de pedágio só deve acontecer depois que essas obras forem iniciadas.

Para a Procuradoria Geral do Estado, segundo sua assessoria de comunicação, não existe nenhum impedimento jurídico para que a demolição seja executada, opinião divulgada no início do ano pelo procurador Leandro Zanini. Ele é o responsável pela defesa do Estado no processo movido pela Linha Azul/Engepasa, que se sentiu prejudicada com a suspensão do contrato de concessão. O gerente regional do Departamento de Infra-estrutura (Deinfra), engenheiro Cléo Quaresma, afirma que “não há nenhuma previsão” para a demolição do posto de pedágio da SC-401.
(A Notícia, 04/12/2006)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *