Notícias com a tag FloripAmanhã na mídia

Entidades exigem retomada da obra da subestação da rua Ângelo Laporta

A ilha de Santa Catarina enfrenta problemas freqüentes no fornecimento de energia elétrica, como quedas de tensão e pequenas interrupções, comprometendo a qualidade e a vida útil das máquinas e equipamentos, inibindo investimentos e prejudicando a eficiência na prestação de serviços. As entitades abaixo-assinadas consideram inapropriada como foi tratada a questão involvendo a instalação de uma subestação de energia elétrica na rua Ângelo Laporta, no… »»

Verbas para novo plano diretor seriam insuficientes

A falta de recursos para a elaboração do novo plano diretor da Capital é a principal dificuldade prevista por órgãos municipais e entidades representativas da sociedade. Sem garantia orçamentária, o processo corre o risco de ficar comprometido caso o Executivo não se mobilize. O diretor-presidente do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), Ildo Rosa, disse que há expectativa da liberação de R$ 50 mil… »»

FloripAmanhã

Da coluna de Ricardinho Machado (GuiaFloripa, 09/06/2006) Representantes de órgãos públicos de segurança municipais e estaduais não esconderam a satisfação pela pesquisa promovida pelo movimento FloripAmanhã. Gostaram de saber que a sociedade organizada está se preocupando com a segurança pública e fazendo alguma coisa para ajudar a buscar alternativas que possam reverter esse quadro de violência na cidade, já bastante assustador. Confira a íntegra da… »»

A percepção da violência

Considerada, há alguns anos, uma das capitais mais pacíficas do país, hoje Florianópolis nem de longe sugere isto. Muitos moradores de outras grandes cidades brasileiras aqui chegaram e se instalaram em busca de um lugar mais tranqüilo e seguro. Dificilmente o fariam hoje se consultassem as estatísticas da violência e da criminalidade, que transformaram os moradores da Capital e seu entorno em reféns do medo.… »»

Segurança: Instituições enfrentam o descrédito da população

O combate à criminalidade ganhou um novo aliado em Florianópolis: os números. A tentativa de diagnosticar e tratar o mal, que contamina cada vez mais áreas da Capital, surgiu com uma pesquisa encomendada pelo Movimento FloripAmanhã e realizada pelo Instituto Mapa. Tomado pelo impulso dos graves acontecimentos de São Paulo, José Nazareno Vieira, diretor-presidente do Mapa, propôs o estudo. Foram realizadas 16 perguntas para 400… »»

Tráfico ameaça segurança na Capital

O tráfico de drogas é a principal preocupação dos moradores de Florianópolis com relação à segurança pública. No total, 64% da população aponta o tráfico como a maior ameaça ao controle da violência e insegurança na Capital. Este é um dos resultados da pesquisa realizada pelo Instituto Mapa, durante os dias 17 e 18 de maio. O estudo, encomendado pelo Movimento FloripAmanhã, teve objetivo de… »»

Violência bate à porta

Quatro em cada dez moradores da Capital já foram vítimas de assaltos ou agressão física. A proporção aumenta no Continente (49%), em comparação ao interior da Ilha (31%). 23% já sofreram violência na rua e 45% presenciaram cena de roubo, assalto ou assassinato na cidade nos últimos cinco anos. O tráfico de drogas, com 64%, é visto como uma das maiores ameaças do controle da… »»

Impactos da violência

Entre os dados preocupantes sobre a violência na Grande Florianópolis, divulgados ontem, na Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, com base em pesquisa feita pelo Instituto Mapa para o movimento FloripAmanhã, um chama atenção especial. Do total de pessoas pesquisadas, 13% já mudaram o horário de retorno do trabalho com medo da violência, sendo que os jovens são os mais atingidos. Chamou a atenção, também,… »»

Minoria e renda

Da coluna de Henrique Ungaretti (A Notícia, 07/06/2006): Minoria Segundo os dados levantados pela pesquisa sobre a segurança pública em Florianópolis, encomendada pelo Movimento FloripAmanhã ao Instituto Mapa e divulgada ontem, seria possível afirmar que apenas 41% dos atuais moradores de Florianópolis nasceram na terra. Espantosos 31% vivem na cidade há menos de dez anos. Renda Segundo a mesma pesquisa, 45% das pessoas que vieram… »»

Segurança

Da coluna de Henrique Ungaretti (A Notícia, 03/06/2006) Os dirigentes de Florianópolis vão descobrir o que pensa a população sobre a segurança da cidade. Na próxima terça-feira (6/6), em reunião aberta na Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF), os integrantes do FloripAmanhã revelam dados de uma pesquisa inédita, feita na segunda quinzena de maio, com gente de todas as classes sociais. O resultado poderá… »»

Página 57 de 58«...1020...565758