Institucional

Participantes das Cidades Criativas da Gastronomia devem fazer projeto em conjunto em 2017

Participantes das Cidades Criativas da Gastronomia devem fazer projeto em conjunto em 2017

O Simpósio Internacional de Phuket Cidade Criativa da Gastronomia, realizado em Phuket, na Tailândia, entre os dias de 28 de abril e 1º de maio, reuniu participantes do projeto em todo o mundo. Os representantes de Florianópolis foram os chefs de cozinha Daniel Chissini de Castro e Sérgio Galvis. Castro foi enviado para participar das reuniões de gestão e Galvis recebeu a viagem como premiação… »»

FloripAmanhã eleita presidente da Rede de Monitoramento Cidadão de Florianópolis

FloripAmanhã eleita presidente da Rede de Monitoramento Cidadão de Florianópolis

A Capital catarinense passa a contar com uma Rede de Monitoramento Cidadão, que vai unir setor produtivo, universidades, mídia e organizações da sociedade civil para discutir a sustentabilidade da cidade. A rede vai acompanhar 137 indicadores relacionados ao desenvolvimento de Florianópolis. Os temas prioritários para a cidade são gestão do saneamento básico, mobilidade e transporte, uso do solo e ordenamento territorial, vulnerabilidade a desastres naturais… »»

Representantes de Floripa participam do Simpósio Internacional de Phuket Cidade Criativa da Gastronomia

Phuket

Começou nesta segunda-feira (24/04) a missão dos dois chefs de cozinha que vão representar Florianópolis no Simpósio Internacional de Phuket Cidade Criativa da Gastronomia. O evento está sendo realizado em Phuket, na Tailândia, entre os dias de 28 de abril e 1º de maio. Daniel Chissini de Castro e Sérgio Galvis são os membros da delegação brasileira. A missão deles será participar de toda programação,… »»

Rede de Monitoramento Cidadão de Florianópolis será lançada na próxima segunda

Rede de Monitoramento Cidadão de Florianópolis será lançada na próxima segunda

Uma organização externa e independente com o objetivo de acompanhar o desempenho do município em temas que impactam diretamente na qualidade de vida dos cidadãos, como mobilidade e transporte, gestão de resíduos sólidos, mitigação das mudanças climáticas, uso do solo, segurança, competitividade da economia, entre outros. Esta é a Rede de Monitoramento Cidadão (RMC), cuja Assembleia Geral de Constituição ocorrerá na próxima segunda-feira (24 de… »»

Rede de Monitoramento do Cidadão será oficializada no próximo dia 24 na FIESC

(Da coluna de Rafael Martini, Diário Catarinense, 04/04/2017) Florianópolis é uma das cinco cidades no Brasil que está criando esta Rede, iniciativa do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da CAIXA (FSA/CAIXA) e a FloripAmanhã como uma das entidades que fazem parte do grupo de estruturação da Rede.   »»

FloripAmanhã participa de lançamento da Rede de Monitoramento Cidadão no próximo dia 24/04

FloripAmanhã participa de lançamento da Rede de Monitoramento Cidadão no próximo dia 24/04

Florianópolis, capital de Santa Catarina, é uma das cinco cidades no Brasil que terá a formação de uma rede de monitoramento cidadão, iniciativa que faz parte do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da CAIXA (FSA/CAIXA) e que tem a Baobá – Práticas Sustentáveis como agência executora do projeto e a FloripAmanhã como… »»

Audiência entre entidades vai decidir futuro da Revitalização da Praça Santos Dumont

Audiência entre entidades vai decidir futuro da Revitalização da Praça Santos Dumont

Está agendada para a terça-feira, 11 de abril, uma audiência para buscar um encaminhamento para a revitalização da Praça Santos Dumont. Participarão do encontro, na sede do Ministério Público Estadual (MPSC), às 14h, representantes do MPSC, da FloripAmanhã, da Prefeitura de Municipal de Florianópolis e do Paula Ramos Esporte Clube, empresa interessada em adotar a Praça, conhecida como Praça da Trindade, próximo à UFSC. Desde… »»

GELOG/UFSC realizada mapeamento da cadeia de suprimentos do pescado para Programa Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia

Reunião da Confraria Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia.

O mapeamento da cadeia de suprimentos do pescado em Florianópolis demonstrou que a realidade de parte do comércio de peixes e frutos do mar na capital está distante do que prega a legislação. Esta constatação reforça a urgência da reformulação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), cuja aplicação atualmente é considerada inviável por pescadores, comerciantes e proprietários de restaurantes.  O estudo feito pelo Grupo de… »»

Projeto está em fase final do mapeamento da cadeia produtiva do pescado de Florianópolis

Projeto está em fase final do mapeamento da cadeia produtiva do pescado de Florianópolis

O Grupo de Estudos Logísticos (GELOG) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está em fase final do projeto de mapeamento da cadeia de suprimentos gastronômicos, com foco no pescado em Florianópolis. Este trabalho tem ligação direta com o Observatório Nacional da Gastronomia, um dos principais projetos do Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia, que visa ampliar a circulação de informação relacionada com a… »»

Confraria Cidade UNESCO da Gastronomia vai participar da reformulação do Serviço de Inspeção Municipal

Encontro Confraria Cidade UNESCO da Gastronomia - 20/02/2017

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) da Prefeitura de Florianópolis e a Portaria nº 445/2014 do Ministério do Meio Ambiente foram os assuntos em pauta na reunião desta segunda-feira da Confraria Cidade Unesco da Gastronomia, realizada no restaurante Rita Maria Lagosteria, centro da capital. Os dois assuntos têm impactado a comercialização de pescados na cidade, conhecida por sua gastronomia ligada aos frutos do mar. Participaram… »»

Grupo Gestor

O Grupo Gestor do Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia — cuja coordenação técnica é realizada pela Associação FloripAmanhã — conta com a participação da ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Santa Catarina), CDL Florianópolis, CEART/UDESC (Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina), Faculdades Estácio/ASSESC, Fecomércio – SC, Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina), Minha Floripa, SANTUR, SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina), Secretaria Municipal de Turismo de Florianópolis, SESC (Serviço Social do Comércio de Santa Catarina), SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Santa Catarina), SHRBS (Sindicato de Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Florianópolis), UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)

O Programa Florianópolis Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia tem como parceiros estratégicos a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Bristish and American, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), SEBRAE-SC, SENAC e Propague.

Além de Florianópolis, a Rede Mundial de Cidades Criativas – Gastronomia é composta pelas cidades de Shunde e ChengDu (China), Tsuruoka (Japão), Popayán (Colômbia), Zahlé (Libano), Jeonju (Coréia do Sul), Östersund (Suécia) e as novas integrantes (desde dezembro 2015) Belém (Brasil), Ensenada (México), Rasht (Irã), Dénia (Espanha), Tucson (EUA), Phuket (Tailândia) e Gaziantep (Turquia).