Ordem de demolição surpreende dono de restaurante instalado em área de preservação
14/08/2019
A ponte além da mobilidade
14/08/2019

Insegurança, sujeira e baderna preocupam área leste do centro histórico de Florianópolis

Da diversão ao tormento, a área leste do centro histórico de Florianópolis se transforma nas noites de quinta a domingo, quando a região deixa de ser palco de um agradável happy hour e passa a ser um suplício para moradores e proprietários de comércio. O problema, segundo relatam os donos de bares que ajudaram a revitalizar a região pelo menos nos últimos três anos, começa após as duas da manhã, quando os estabelecimentos fecham as portas.

Nesse horário, milhares de pessoas se reúnem no entorno da rua Victor Meirelles e Avenida Hercílio Luz em festas a céu aberto, regadas a bebidas comercializadas por ambulantes. Segundo proprietários de bares locais, também há drogas e muitos grupos trazem suas próprias bebidas e caixas de som, aumentando o tormento para quem tenta conciliar o sono. Até mesmo os vendedores clandestinos levam carrinhos com som.

Para tentar resolver o problema, o Ministério Público estadual, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Florianópolis, órgãos de segurança pública como Polícia Militar, Secretaria municipal de Segurança Pública e Guarda Municipal de Florianópolis, além de Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital), Conseg (Conselho de Segurança) e donos de bares da região se reuniram na tarde desta terça-feira (13).

(Leia matéria completa em ND, 13/08/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *