Entrevista: “A função do poder público é desburocratizar processos”
13/05/2019
Frente Parlamentar debate cinco Projetos de Lei que tramitam no legislativo
13/05/2019

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) abre candidaturas para integrar sua Rede de Cidades Criativas.

O prazo para candidatar sua cidade finaliza no dia 29 de junho, às 19h, horário de Brasília.

Criada em 2004, a rede é composta atualmente por 180 cidades em 72 países, incluindo o Brasil. Assim, entre as brasileiras estão: Salvador (BA), Florianópolis (SC), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belém (PA), Santos (SP), João Pessoa (PB) e Paraty (RJ).

A rede foi instituída com o propósito de aumentar o relacionamento as cidades membro para compartilhar experiências e boas práticas. Assim, cidades que percebem a criatividade como um fator de desenvolvimento econômico, ambiental e socialpodem estar conectadas em âmbito global. Portanto, estas compartilham mecanismos de criatividade, inovação e cultura, em ações práticas para contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Veja mais sobre a missão da rede.

Para tanto, a UNESCO considera que cidades criativas são as que atuam em sete campos criativos: Artesanato e Folclore, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Artes de Mídia e Música. Entretanto, estas podem estar enraizadas a outras formas de produções e não seja possível perceber a criatividade diretamente relacionado. Assim, a indústria criativa atinge pela criatividade, talento e habilidade para a criação de empregos e riqueza (VIVANT, 2013).

Acesse o guia de aplicação para fazer a inscrição!

Quer saber mais sobre cidades criativas? Acesse nosso post na Série Habitats de Inovação 🙂

Confira nossa revista sobre Cidades Criativas – VIA Revista

(VIAUFSC, 06/05/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *