Terminal do Jardim Atlântico segue em situação de abandono, em Florianópolis
12/04/2019
Gnocchi della Terra: receita de Florianópolis na final do concurso “Gastronomic Made in Italy”
12/04/2019

Revitalização da rua Bocaiúva depende de negociação com a Celesc, em Florianópolis

O projeto de revitalização da rua Bocaiúva, apresentado há mais de cinco anos, depende da negociação com a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), para que a empresa faça o cabeamento subterrâneo dos fios. Confira a reportagem.

A ideia da revitalização é favorecer principalmente ciclistas e pedestres que passam pela região da Bocaiúva, uma das ruas mais importantes da Capital.

Segundo o presidente da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) de Florianópolis, Ernesto Camponi, o projeto conta com melhorias para a passagem de pedestres e ciclistas.

Além de intervenções artísticas e paisagísticas, a área arborizada da região também é contemplada. “Independente de reduzir o espaço dos veículos, vamos dar uma força muito grande para ciclovias compartilhadas e principalmente a calçada para os pedestres”, disse.

A revitalização contempla intervenções artísticas, paisagísticas e a área arborizada. Segundo o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Michel Mittmann, o principal apelo fica por conta do aterramento das fiações elétricas pela Celesc.

“Existia uma necessidade bastante significativa na questão da estrutura para colocar essa fiação (subterrânea) e liberar a execução da parte urbanística”, explicou.

A revitalização do trecho entre a avenidas Mauro Ramos e a rua Esteves Júnior tem custo previsto de R$ 14 milhões. Os recursos devem ser do poder público e também da iniciativa privada. Ainda não foi anunciada a data para o início das obras.

(Balanço Geral Florianópolis, 11/04/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *