Começam trabalhos de reformas das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos
18/04/2019
Proibição de canudos plásticos em SC repercute entre empresários e ambientalistas
18/04/2019

A diferença entre 1º e 30 de outubro

Da Coluna de Ânderson Silva (NSC, 18/04/2019)

A mudança de data para a entrega do acesso ao Sul da Ilha, que também fará a ligação ao novo terminal de passageiros do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, instalou um clima de apreensão na Capital. Principalmente para a Floripa Airport, concessionária que tem um terminal com prazo para ser concluído em junho e entrar em fase de testes a partir de julho. A empresa tinha a promessa do Estado em receber a via em 1º de outubro e assim colocar a sua estrutura em funcionamento. Mas o discurso do governo mudou na semana passada com a extensão do prazo para 30 de outubro.

A preocupação dos suíços se justifica pelos números. A Zurich Airport investiu na concessão do aeroporto da Capital justamente por entender que teria aquilo que toda empresa busca: lucro. Ter o cronograma alterado em um dia sequer, causa impacto. Os suíços, representados pela Floripa Airport, traçaram uma estratégia para entregar o terminal em agosto de 2019. O adiantamento em dois meses no prazo estabelecido em contrato com o governo federal visava justamente acelerar as operações. Mas a empresa precisou se adequar ao atraso brasileiro. Aceitou entregar o terminal em 1º de outubro para ter pronta a obra de acesso à estrutura, de responsabilidade do governo do Estado.

A Floripa Airport, no entanto, foi surpreendida com a declaração do secretário de Infraestrutura, Carlos Hassler, no último final de semana ao DC, de que pretende entregar a via em 30 de outubro. Para piorar, vão ser apenas duas das quatro pistas previstas no projeto. “Fiquei um pouco surpreso quando o secretário falou sobre o final de outubro, isso não é o que concordamos com o governador”, resumiu o CEO da Floripa Airport, Tobias Markert, ontem.

O executivo não descarta pedir um reequilíbrio financeiro ao governo federal caso haja o atraso. Na visão dele, a Floripa Airport aceitou mudar seus planos para 1º de outubro, então não teria motivo para fazer o pedido nesta diferença de dois meses, mas caso tenha que inaugurar o terminal somente no final de outubro, abre-se a possibilidade mesmo que o contrato com a União estipule o funcionamento da estrutura até o final do mês.

O outro lado

Nesta quarta-feira de manhã, o governador Carlos Moisés da Silva esteve na obra do acesso. Lá, disse: “O governo não está medindo esforços para entregar este acesso nos prazos estabelecidos. Essa visita é uma mostra disso”. A atualização mais recente do Estado aponta para 74,37% dos trabalhos do novo acesso executados.

Interessados

O CEO da Floripa Airport confirmou que a Zurich Airport está interessada na concessão dos aeroportos de Navegantes e Joinville, que devem ir a leilão em 2020. Isso depende, no entanto, do bloco em que eles serão incluídos.

Postura

O secretário de Infraestrutura do Estado, Carlos Hassler, precisa entender a posição que ocupa. Ele não é mais chefe de tropa no Exército. Agora, está à frente de uma das pastas mais importantes do governo. Lidar com problemas sérios com ironia e deboche só traz prejuízo, ainda mais quando o governo descumpre garantias como no caso do acesso ao Sul da Ilha. Hassler tem uma postura direta, sem rodeios, mas escorrega ao tratar assuntos importantes como se fossem brincadeiras.

Frase

Ah, 1,2,3,4… outubro é outubro. São 30 dias em outubro”

Secretário de Infraestrutura do Estado, Carlos Hassler, em entrevista à CBN Diário, ontem, debochando da diferença de prazos para a entrega do acesso ao Sul da Ilha e ao novo terminal de passageiros do aeroporto de Florianópolis.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *