Guincho fica de prontidão para atuar 24 horas por dias nas pontes em Florianópolis
15/03/2019
Polêmico, projeto sobre cães em praias é aprovado em Florianópolis
15/03/2019

Centros de eventos aguardam concessão

Da Coluna de Moacir Pereira (NSC, 15/03/2019)

Os centros de eventos de Balneário Camboriú e de Canasvieiras, em Florianópolis, devem ter edital de concessão ainda em 2019. Nesta quinta-feira, na Rádio CBN Diário, a presidente da Santur, Flávia Didomenico, explicou que os técnicos estudam o melhor termo de referência para lançar o edital.

O de Balneário Camboriú foi inaugurado sem elevador e ar-condicionado, mas os políticos oportunistas encontraram tempo de colocar seus nomes na placa, no final do governo Temer. Uma vergonha.

O do norte da Ilha de SC, chamado de Luiz Henrique da Silveira, está ocioso e já precisando de manutenção. Em São José, na Arena Multiuso, um elefante branco. Raros são os eventos, fios foram furtados e a prefeitura, corretamente, também vai repassar à iniciativa privada. Não é expertise do Poder Executivo administrar esses imóveis. Que os governos foquem naquilo que é essencial e seu dever constitucional: saúde, segurança pública e educação.

Na verdade, houve um erro de planejamento quando da ideia das construções de arenas no governo Luiz Henrique da Silveira. Elas foram construídas sem planejamento. Sem estudo de demanda e perfil para a região. O de Canasvieiras precisou refazer o projeto, o de São José vive mais fechado do que aberto. E o pior. Na Grande Florianópolis não há um ginásio ou arena habilitado para receber um jogo da Superliga de voleibol em condições decentes.

Para uma partida de final de competição, a única alternativa seria improvisar o ginásio do Instituto Estadual de Educação, na Capital. O colega da Rádio CBN Diário, Chico Lins, que trabalhou muito tempo em gestão de equipe de voleibol, lembra que não foram poucas as vezes que ex-prefeitos prometeram construir uma arena com capacidade de receber grandes jogos. Evidentemente que nada foi feito.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *