Prefeitura prepara estaqueamento para edificações no Largo da Alfândega
07/02/2019
Vão central da ponte Hercílio Luz volta a oferecer risco
08/02/2019

Prefeitura realiza a segunda edição da Feira Culinária do Imigrante

Quem busca uma opção diferente de culinária, agora conta com uma nova opção: a Feira Culinária do Imigrante será realizada toda sexta-feira, das 10h às 17h, na Rua Francisco Tolentino, próximo ao Camelódromo, no Centro de Florianópolis. A segunda edição acontece já nesta sexta-feira, 8. Ao todo, dez empreendimentos de imigrantes de países, como: Venezuela, Argentina, Síria, Marrocos e Peru, comercializam produtos e pratos típicos dos seus países no local.

A iniciativa é fruto de um termo de cooperação firmado entre a Prefeitura, Instituto de Geração de Oportunidades (Igeof) e Centro de Referência de Atendimento ao Imigrante (Crai) para promoção da inclusão social de imigrantes por meio de economia solidária. “Convidamos todos para prestigiar essa iniciativa que, além da geração de renda e autonomia, auxilia na integração social entre os imigrantes e a população. É uma oportunidade única para promover uma troca cultural”, afirma o superintendente do Igeof, Yan
Santos.

Para ficar por dentro dos cursos e feiras, os interessados podem acessar o perfil do Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis no instagram, no ig @igeof.

Serviço

O quê: segunda edição da Feira Culinária do Imigrante;

Onde: rua Francisco Tolentino, próximo ao Camelódromo,
no Centro de Florianópolis;

Quando: toda sexta-feira, 10h às 17h.

(PMF, 07/02/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *