CPI da Ponte Hercílio Luz é protocolada com apoio de 26 deputados de nove partidos
07/02/2019
Morador do Norte da Ilha flagra ônibus com adesivagem do SIM abandonados em terreno baldio
07/02/2019

Deinfra abre propostas de preço da licitação para supervisão da reforma das pontes

A licitação que define a empresa que fará a supervisão da reforma das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Machado Salles deu mais um passo nesta terça-feira (5). A Comissão de Licitação do Departamento Estadual da Infraestrutura (Deinfra) realizou a abertura das propostas de preços das empresas classificadas no processo licitatório.

A empresa Engevix apresentou a menor proposta no valor de R$ 1.335,771,61, seguida pelo consórcio Ponte Sul com o valor de R$ 1.631.090,89 e pela empresa Falcão Bauer com a proposta de R$ 1.760.366,91. Nas propostas técnicas, todas as empresas foram classificadas com a mesma pontuação. O resultado da classificação será publicado de acordo com a legislação em vigor, por meio do site do Deinfra, e as empresas têm cinco dias úteis para apresentar recurso. Caso não haja recurso, a empresa vencedora será homologada após este prazo.

A obra de recuperação das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos aguarda a definição da empresa responsável pela supervisão desde 2016, quando a empresa CEJEN Engenharia Ltda., de Curitiba, venceu o processo licitatório para executar a reforma. O valor contratado para execução da reforma da obra é de R$ 29.661.611,40, e o prazo para conclusão é de 24 meses, conforme previsto no edital.

(Confira matéria completa em ND, 06/02/2019)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *