Cessão de espaço para obra de terminal de transporte marítimo da Capital é oficializada
11/01/2019
Dez novos pontos em praias de Florianópolis passam a ter testes de balneabilidade
11/01/2019

Herança de terminais desativados entra em radar da CPI do Transporte de Florianópolis

Da Coluna de Fabio Gadotti (ND, 11/01/2019)

Proposta com o objetivo de abrir a caixa preta e investigar a composição da planilha de custos do transporte coletivo de Florianópolis, a CPI da Câmara de Florianópolis que será instalada em fevereiro deve trazer à tona a situação dos terminais desativados do Saco dos Limões e de Capoeiras. Atualmente, quando roda a catraca, o usuário também paga pelas estruturas sem uso.

Isso ocorre porque a construção dos sete terminais pelo consórcio Cotisa ao custo de R$ 15,1 milhões, conforme concessão de 20 anos iniciada em 2000, faz parte da base de cálculo da taxa interna de retorno cobrada pela Companhia Operadora de Terminais de Integração S.A, que também recebe das empresas de transporte um valor pela utilização dos espaços, item considerado na planilha do sistema. E que serve de base para o cálculo do valor das passagens que são pagas pelos usuários de ônibus.

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *