Obras do Contorno Viário devem impactar tarifa de pedágio em até R$ 0,40 na BR-101
19/12/2018
Liminar impede obra e supressão de vegetação em área verde no bairro Coqueiros
19/12/2018

Em 2019 vamos alargar a praia de Canasvieiras, diz prefeito Gean Loureiro

Prestes a completar a metade do mandato para o qual foi eleito em 2016, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), concedeu entrevista à CBN Diário na tarde desta terça-feira (18) fazendo um balanço de seus dois anos à frente do governo da Capital.

Prometeu concluir obras em andamento e citou outras previstas para começar em 2019, além de fazer um balanço das diferenças entre o primeiro e o segundo ano de mandato. A seguir, alguns pontos tratados na entrevista e o áudio completo da conversa entre Gean Loureiro e o jornalista Renato Igor.

Como está terminando 2018
“O ano de 2018 está terminando melhor que 2017. O primeiro ano da administração foi totalmente voltado para o ajuste de contas, revisão de contratos, tivemos uma ampla reforma administrativa, reduzimos o número de cargos comissionados, rediscutimos posicionamentos e direcionamentos na prefeitura, estimulamos o crescimento econômico, reduzimos tributos municipais, e com todo esse trabalho conseguimos pagar os servidores, inclusive antecipando salários no final do ano, além dos pagamentos aos fornecedores em 2017. Já 2018 foi um ano em que lutamos para reconquistar as certidões negativas de débito, porque voltamos a cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Muitos projetos já estavam elaborados e começaram a ser executados. E a gente fecha este ano com mais de 700 obras e programas implementados. Em janeiro, nós vamos relacionar um por um para que a comunidade possa ter conhecimento, detalhando o que já foi feito. Mas o mais importante é que a gente entra com capacidade de investimento em 2019. Retomamos uma melhor arrecadação sem precisar aumentar impostos. Mas ampliando fiscalização, cobrando de quem deve, estimulando novas empresas a estarem sediadas em Florianópolis ou se transferirem para cá. E agora a projeção é de a cidade acreditar mais nela mesmo, porque viemos sobrepondo barreiras que eram inimagináveis até pouco tempo atrás”.

Engordamento da praia de Canasvieiras
“Hoje conversei com o governador e nós vamos fazer o ‘engordamento’ da praia de Canasvieiras. Amanhã (19), deliberaremos sobre o licenciamento ambiental para a obra. Vamos executar o projeto com recursos próprios. O custo está estimado de R$ 12 a R$ 15 milhões, mas pela importância da obra, vamos executar ela com recursos próprios. Não é uma obra demorada. No próprio estudo ambiental temos estimativa do tempo de execução. A obra é feita em quatro meses. A jazida já foi identificada, é próxima, a granulometria da areia foi medida e é a mesma. Foi todo um estudo ambiental muito bem elaborado. A expectativa é de já no ano que vem licitar a obra. Como tem o período da pesca da tainha, foi recomendado fazer de agosto a novembro. Faremos tudo para ficar pronto até a próxima temporada de verão, quando Canasvieiras terá uma faixa de areia mais larga”.

Elevado do Rio Tavares
“Essa é uma obra que começou em 2014, na administração anterior. A obra tinha avançado cerca de 10% quando assumimos. Tivemos então uma série de problemas, como as pesquisas arqueológicas no local, em que uma das análises atrasou seis meses a construção do último pilar. O financiamento da obra tinha vencido e estamos agora executando com recursos próprios, pelo compromisso assumido. Realizamos todas as desapropriações e agora estabelecemos um cronograma. O dinheiro está reservado em uma conta, as desapropriações estão todas pagas e fiscalizamos todos os dias os trabalhos. Nas últimas semanas, a obra avançou bastante, quem passa por lá já deve ter visto. E a nossa expectativa é de que até o final de março de 2019 possamos entregar essa obra tão importante para o sul da Ilha”.

Duplicação da rua Deputado Antonio Edu Vieira
“Nós estudamos a execução, a obra já foi lançada a licitação. Felizmente a Caixa Econômica entendeu que o valor era alto e não atraia nenhum tipo de investidor e conseguiu atualizar esse valor. Muitas empresas já retiraram o edital, que vai ser aberto em janeiro. A nossa ideia é executar a obra até o trevo da Eletrosul, e ali, como temos a Avenida Cesar Seara e a Capitão Romualdo de Barros, você pode fazer um binário com o restante da Edu Vieira, permitindo um trecho duplicado, completando a alça até se ter todo o recurso para executar. Essa primeira fase de execução, que o contrato prevê até 18 meses, está com os recursos garantidos. É recurso de um financiamento que a prefeitura já tinha. Nossa expectativa é abrir o edital com empresa interessada para iniciar a obra já no início de 2019”.

(NSC, 18/12/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *