Ciclovias do centro da Ilha estão conservadas, mas falta consciência de motoristas e pedestres
05/10/2018
Floripa Se Liga Na Rede apresenta balanço das primeiras inspeções
05/10/2018

Prefeitura de Florianópolis participa do Projeto Cidades Eficientes

A Prefeitura de Florianópolis participa do Projeto Cidades Eficientes, de âmbito nacional, voltado a estimular a adoção de políticas públicas sustentáveis de redução efetiva de emissão de Gases de Efeito Estufa nos edifícios públicos. A Capital foi uma das três cidades brasileiras escolhidas como piloto para levantamento de dados sobre consumo de energia e água em suas edificações, análises de legislação e de projetos significativos, e pesquisa de mobilidade referente ao deslocamento dos funcionários. Já os conhecimentos a serem adquiridos com o trabalho, poderão ser aplicados pelas administrações municipais de todo o País.

O Projeto Cidades Eficientes vem sendo executado ao longo do ano pelo Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS) com apoio e financiamento do Instituto Clima e Sociedade (iCS). Estruturada em quatro eixos temáticos – eficiência energética, uso racional de água, mobilidade urbana e geração distribuída de energia – a iniciativa terá como desdobramento a divulgação de boas práticas em plataforma online.

Os outros dois municípios brasileiros participantes do projeto são Jaboatão, em Pernambuco, e Sorocaba, em São Paulo. O processo seletivo das três cidades deu-se após uma chamada pública nacional, a qual despertou o interesse de 130 municípios de 21 Estados. Para fins de seleção, foram considerados a faixa alvo de população estabelecida pelo projeto entre 200 mil e dois milhões de habitantes, a experiência comprovada na gestão de iniciativas públicas anteriores relacionadas à eficiência energética e hídrica de edifícios; a existência de equipe capacitada, mobilizada e disponível para implementar atividades do projeto, e o interesse genuíno em programas que envolvem os quatro eixos temáticos em estudo.

A coordenadora do Projeto Cidades Eficientes em Florianópolis, arquiteta Cibele Asmann Lorenzi destaca que, “esta será uma oportunidade de o município organizar os gastos de água e luz, bem como de conhecer a situação de mobilidade dos funcionários para, depois, promover ações buscando uma maior sustentabilidade das edificações e a redução de despesas”.

(PMF, 04/10/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *