Elevado do Rio Tavares chega à reta final com bloqueios no trânsito
24/10/2018
Smart City – Fórum Floripa
24/10/2018

Comunidade do Monte Serrat, no Maciço Morro da Cruz, vai ganhar praça

Criar espaços de convívio e que mostrem que sim, a beleza rompe a bruteza. Esse é objetivo central da nova área de convívio que será criada no alto do Monte Serrat, no terreno da Caixa d’água. É a continuidade de um trabalho desenvolvido há muitos anos pelo Instituto Vilson Groh na comunidade, com o tripé meio ambiente, trabalho e turismo.

“A beleza rompe a bruteza. Queremos trazer e fazer com que essa comunidade também batalhe cada vez mais por sua qualidade de vida, mostrar a esse capital social as possibilidades de ser incluído no mercado de trabalho por meio de ações que destaquem o que temos de melhor aqui na comunidade do Monte Serrat”, destacou o padre Vilson Groh.

É com essa perspectiva que o empreendedor social, morador do Monte Serrat há 36 anos, explica o projeto que traz uma perspectiva de uma grande mudança na realidade dos moradores dessa comunidade.

O termo de cooperação de adoção de área pública foi firmado entre a Fundação Municipal do Meio Ambiente – FLORAM e o Instituto Vilson Groh – IVG, que assume o compromisso de executar, sob a modalidade de responsabilidade total, que compreende a responsabilidade do adotante pela integral manutenção da área e seus equipamentos, inclusive o fornecimento de mão-de-obra, a título de cooperação com o Município de Florianópolis, os serviços de manutenção, conservação, e outras melhorias dos equipamentos de cultura e lazer, ajardinamento e outras melhorias na área verde localizada no terreno da Caixa d’água, na Rua General Nestor Passos, esquina com General Vieira da Rosa, Monte Serrat.

A obra será executada pela WOA Empreendimentos Imobiliários, parceira do IVG. “Criaremos um parque, preservando toda a área tombada, com play, academia ao ar livre, uma bica carioca, uma pista para caminhada e espaço para realização de feirinhas entre outras atividades para a comunidade”, destaca padre Vilson Groh.

O projeto será realizado em cinco etapas e a conclusão total será em 2022. A primeira fase está prevista para ser entregue no segundo semestre de 2019.

(Confira Matéria completa em ND, 24/10/2018)

mm
Monitoramento de Mídia
A FloripAmanhã realiza um monitoramento de mídia para seleção e republicação de notícias relacionadas com o foco da Associação. No jornalismo esta atividade é chamada de "Clipping". As notícias veiculadas em nossa seção Clipping não necessariamente refletem a posição da FloripAmanhã e são de responsabilidade dos veículos e assessorias de imprensa citados como fonte. O objetivo da Associação é promover o debate e o conhecimento sobre temas como planejamento urbano, meio ambiente, economia criativa, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *